Corpo a Corpo
 
Edição 219 - Março/2007
Na CapaMais BonitaCorpo em FormaMagra e Saudável
Sumário da edição
Edições anteriores
Entre nós
Contato direto
Consulta express
Hits de beleza
Múltipla escolha
Maquiagem é tudo
Dez que são 10
Fio maravilha
Clínica de beleza
Circuito Fashion
Hits de fitness
Sempre em forma
Giro na academia
Vida leve
Corpo assina
embaixo
Onde encontrar
Fale Conosco
Assine já
Anuncie



  Musculação feminina
Abaixo a idéia de que malhar com pesinhos é um caminho sem volta e o resultado é um corpo masculinizado, sem curvas e com músculos exagerados. Nada disso! A onda agora é seguir um treino com a freqüência adequada para entrar em forma sem perder a sensualidade. Saiba tudo aqui

MARCIA DI DOMENICO FOTOS: DARCIO TUTAK

Quantas amigas você tem que fogem da musculação porque não querem ficar bombadas, com coxas enormes, braços gigantes e costas largas? A apresentadora Adriane Galisteu mesmo, na edição de dezembro de Corpo a Corpo, confessou que passa longe dos aparelhos: ‘‘Tenho pânico de ficar muito definida. Acho bacana vestir uma calça jeans que fique larguinha nas pernas, e não marcando tudo de tão justa’’, declarou. Uma das vantagens do treino com pesos é que, com as dicas de um bom profissional, você segue um programa sob medida, sem exageros. Quando você malha sem orientação adequada, aí sim, é possível ganhar muita massa muscular, a ponto de ficar inchada. ‘‘A teoria de que a musculação bomba o corpo é mito e não há razão em deixar de se exercitar por medo de perder as formas femininas’’, garante o professor de ginástica Victor Mendonça, da Fórmula Academia (SP).

Fórmula de sucesso
Quem não se lembra da fase ultra-sarada de Angélica e da atriz Mylla Christie? Na época, elas admitiram o exagero e aliviaram o treino com modalidades aeróbicas. Isso já faz tempo, mas mostra que o desejo de conservar uma silhueta delicada prevalece. Elas não estão mais bonitas hoje?

O personal trainer Fernando Brandão, da Tio Sam Gym Center, em Niterói (RJ), revela a fórmula para transformar o shape e ganhar sensualidade. ‘‘Primeiro passo: nada de peso em excesso e nisso os aeróbicos, como caminhada, corrida e ciclismo, ajudam. Depois, definir um plano com séries de 15 a 20 repetições e pouca carga, de modo a conseguir uma hipertrofia aos poucos’’, diz o expert, que montou um treino priorizando bumbum, barriga e pernas (o foco das atenções onde quer que a gente vá e justamente os locais em que acumulamos gordura mais facilmente) para você fazer em casa e começar a perceber as mudanças em menos de dois meses.

planeje sua aula
A sessão dura cerca de 25 minutos. Como as estações alternam os grupos musculares solicitados, Fernando Brandão sugere não fazer intervalo longo (45 segundos, no máximo) entre elas. Assim, o corpo trabalha quase sem parar e os músculos vão conseguindo uma hipertrofia leve e progressiva. Quem está começando a malhar agora, deve respeitar freqüência, repetições e carga propostas na fase 1 (explicada abaixo), e quem já pratica atividade física regularmente pode iniciar na fase 2. O momento de acrescentar carga é quando você sente que o exercício está leve e consegue terminar a série sem esforço – então pode aumentar 1 kg de cada vez, ok?
Você vai precisar de:
• 1 colchonete
• 1 par de halteres e de caneleiras do peso apropriado ao seu treino
• 1 step

Antes de começar, aquecimento é fundamental e pode ser feito subindo e descendo de um step ou degrau durante 2 minutos

bíceps alternado
Em pé, pernas afastadas na largura dos quadris, joelhos levemente flexionados, braços estendidos ao lado do corpo segurando um halter em cada mão. Flexione um dos cotovelos, trazendo o peso em direção ao ombro, e volte, flexionando o outro cotovelo. Faça 15 repetições com cada braço, descanse 1 minuto e repita a série.


PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>




Faça já sua busca
no site da revista Corpo a Corpo


   
ContentStuff.com Copyright © 2008 - Editora Escala
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.