O ex-BBB e personal trainer Kadu Parga dá as dicas de alimentos para consumir antes e depois do treino. Conheça o blog do Kadu

Por Kadu Parga

Kadu Parga

Kadu Parga
Foto: Divulgação

Todos sabemos a importância da alimentação na atividade física. Sabemos que para conseguir praticar alguma atividade de uma forma eficiente devemos estar bem alimentados. Além da performance na atividade, a alimentação está ligada diretamente aos resultados que estão sendo procurados com a prática dessa atividade.

 

Visite o site do Kadu

Muitas pessoas acabam não sabendo o que comer, principalmente antes e depois de uma corrida, de uma aula de musculação ou qualquer outra ativididade. As refeições chamadas pré e pós treino são fundamentais para quem pratica
algum exercício.

Vamos relatar então o que devemos comer em cada uma dessas refeições, lembrando que são apenas alguns exemplos. Também existem estratégias usadas que podem sair um pouco do básico, por isso é sempre bom procurar um nutricionista para ajustar a sua alimentação dentro das suas individualidades e objetivos.

Refeição pré-treino ideal

Durante qualquer atividade física o nosso corpo desloca grande parte do nosso sangue para irrigar os nossos músculos, o que dificulta um pouco a digestão naquele momento. Então não devemos fazer nenhuma refeição muito "pesada" antes dessa atividade (uma refeição com grande quantidade de comida e principalmente uma grande quantidade de gordura, o que pode provocar distúrbios gastrointestinais durante a atividade). Uma refeição ideal pré-treino deve ser consumida no máximo 1h30 antes da atividade. Ela deve ser composta por carboidratos de baixo a médio índice glicêmico e proteínas magras. Isso garante que o corpo tenha energia suficiente para exercer tal atividade e também para manter uma quantidade boa de aminoácidos circulantes naquele momento. E esse tipo de alimentação vale tanto para musculação quanto para exercícios aeróbicos, lembrando que estamos falando de atividades que não durem mais de 1 hora.


Exemplo de uma refeição pré-treino

2 fatias de pão integral
4 fatias de blanquet de peru
1 colher de sopa de queijo tipo Cottage

Refeição pós treino ideal

Após o treino localizado ou musculação, é importante uma ingestão rápida de algum tipo de proteína de rápida absorção. A utilização dessa proteína, combinada a ingestão de carboidratos, podem trazer benefícios ao corpo. individuo. Essa refeição é bastante importante para ajudar na reparação dos tecidos musculares, que sofrem microlesões durante a prática de um exercício de força.

Após um treino aeróbico, podemos também fazer a combinação de proteína + carboidrato, dependendo do objetivo da pessoa. Essa refeição pode ser feita logo após a atividade ou até 30 minutos depois, se o objetivo for aumentar a sua queima de gordura.

Lembrando que estratégias de nutrição utilizando refeições no meio do treino podem ser bem
vindas dependendo do tipo de treino e objetivo. Além da ingestão de macronutrientes, é sempre importante fazer a reposição de líquidos e eletrólitos que são perdidos através do suor.


*Carlos Eduardo Parga, profissional de Educação Física e ex-BBB, tem diversos cursos na área de saúde, possui conhecimento na área nutricional e de suplementação alimentar.CREF:021374 G/RJ

Visite o site de Kadu Parga.


“Um copo de água gelada faz o organismo gastar cerca de 10 calorias para fazer o líquido ficar com a mesma temperatura corporal”, explica o nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia).