Uma resolução de fim de ano fez Renata Spallici virar atleta e parar de brigar com a balança. Conheça a história da leitora da CORPO

Por Diana Cortez | Fotos Arquivo Pessoal | Adaptação web Ana Paula Ferreira



A empresária e atleta profissional, Renata Spallicci, 36 anos, de São Paulo (SP), conta que começou no balé aos 5 anos de idade e, durante sua carreira, sofreu muito para se manter no peso para os espetáculos e as competições. “Sempre convivi com o efeito sanfona. Quando precisava emagrecer, fazia dietas restritivas, mas era insustentável e logo recuperava tudo em pouco tempo.” Além do balé, ela praticava musculação, mas não como uma prioridade.

Foi em uma viagem de réveillon ao Rio de Janeiro, em 2009, que Renata — ao ver os corpos sarados das cariocas — decidiu mudar o seu estilo de vida. “Eu estava fora de forma e infeliz”, confessa.  Para cumprir a nova meta, Renata contratou um personal trainer e uma nutricionista. “Fui entendendo a necessidade de cuidar da saúde e aprendendo a me alimentar.”

Para alcançar o shape atual, foram quatro anos de dedicação. “Cheguei a pesar 52 kg. Depois fui ganhando massa e perdendo gordura. Hoje tenho praticamente o mesmo peso da época em que era gordinha, mas o corpo é completamente diferente.”

Há dois anos, Renata decidiu competir como atleta fitness e passou a participar de competições. “Eu queria ser uma diva fitness, mas tinha receio de prejudicar minha carreira de executiva devido ao preconceito e à exposição. Meu noivo me encorajou e decidi arriscar”, conta. Na primeira competição, em Orlando (EUA), ela ficou em terceiro lugar. Na sequência, em Atlantic City, conquistou o primeiro título WBFF, World Beauty Fitness & Fashion — competição mundial que tem como foco o lado fashion e glamouroso do mundo fitness. 

Renata treina musculação seis dias por semana durante uma hora e faz mais 40 minutos de aeróbio. Sua alimentação varia semanalmente de acordo com as competições, mas, em geral, ela consome proteínas magras, oleaginosas, folhas verde-escuras e carboidratos complexos.  Também consome muito chá-verde, de hibisco e cavalinha, para ajudar no inchaço típico da TPM. “O esporte e o meu estilo de vida atual me deixaram muito mais produtiva”, afirma Renata.

Os segredos do sucesso de Renata

Você em primeiro lugar
“Coloque-se como prioridade e aprenda a dizer não para tudo o que está fora das suas metas.”

Planeje suas refeições
“Dessa maneira, você não é pega de surpresa e não precisa sair da sua rotina alimentar. Se sentir vontade de comer algo, permita-se e seja feliz, mas retorne ao plano logo depois!”

Aposte na gelatina zero
“Ela é uma ótima alternativa para saciar a fome, a vontade de comer doces e, ainda, tem proteína!”

Quer conferir mais histórias de inspiração? Então, corra para as bancas ou garanta a sua aqui!