Se você costuma optar pela água com gás no lugar da versão normal, descubra se isso pode prejudicar sua saúde

*Por Eduardo Magalhães



Beber água com gás com frequência faz mal?

Vários estudos apontam benefícios em relação à saciedade, por causar uma discreta dilatação no estômago, assim como na melhora dos quadros de indigestão e constipação, porém quando consumida moderadamente. Em excesso, pode gerar desconforto digestivo, principalmente em portadores da síndrome do intestino irritável.

Não recomendaria como principal fonte de hidratação por ser uma bebida de pH mais ácido,  com tendência a conter mais alumínio (as de garrafas de plástico), além de poder levar a distúrbios hidroeletrolíticos [desequilíbrio entre os eletrólitos (potássio, sódio, cálcio e cloro) do corpo, comprometendo algumas funções orgânicas, já que essa água contém muito potássio.

Sem dúvida, ela é infinitamente melhor que as demais bebidas gaseificadas, e não seria uma má estratégia utilizá-la com frequência por um tempo, no intuito de parar com os refrigerantes, por exemplo.

*Eduardo Magalhães é nutrólogo e especialista em Medicina Preventiva e Integrativa. Todo mês, ele responde perguntas das leitoras em sua coluna.

Mande suas dúvidas para perguntedrsaude@escala.com.br!

Quer conferir mais sobre cuidados com a pele? Então, corra para as bancas ou garanta a sua aqui!