Além de mandar o estresse para longe, o Chi Running trabalha o corpo inteiro e tem menor risco de lesões. Conheça mais sobre a novidade

Texto Marcela Zanetti e Ana Araujo | Adaptação Ana Araujo

Chi Running reduz estresse e trabalha o corpo todo

Chi Running reduz estresse e trabalha o corpo todo

Foto: Shutterstock

Já ouviu falar do Chi Running? A modalidade une as táticas de respiração do Tai Chi à corrida e promete trabalhar o corpo inteiro enquanto você manda o estresse pra longe. A ideia é que suas pernas apenas apoiem o peso do corpo, sem jogá-lo para frente ou para trás, e que se movimentem no mesmo ritmo dos braços.

O tempo todo, é preciso estar atento a cada movimento e a forma como você respira. “A prática melhora a postura e dá mais consciência corporal graças ao trabalho do CORE. Além disso, favorece o equilíbrio pélvico, evitando a sobrecarga nos membros inferiores, e consequentemente, lesões”, afirma o fisioterapeuta Bernardo Sampaio, de São Paulo. O profissional garante que o aumento da consciência do corpo, atrelado ao relaxamento muscular, pode melhorar a performance na corrida (e muito).

Revista Corpo a Corpo | Ed. 330

Assine já a CORPO e garanta 6 meses grátis de outro título