Seja você corredora iniciante ou experiente, anote essas dicas valiosas para concluir as provas de 10 km numa boa (e até mesmo melhorar o tempo na corrida)

Texto Ana Paula de Araujo | Edição Helô Oliveira | Adaptação Ana Paula de Araujo

Dicas para correr em provas de 10 km

Prepare-se bem e curta a prova de 10 km ao máximo!

Foto: Shutterstock

Agora que você já treinou para valer, é hora de arrasar na corrida. Separamos 10 dicas para você curtir ao máximo a prova de 10 km.

1. Opte por um tênis leve, feito com materiais que não retêm água, e deixe um espaço de 2,3 a 3,3 cm entre calcanhar e calçado

2. Pule da cama ao menos duas horas antes da prova de corrida, e tome um café da manhã caprichado.

3. O ideal é chegar uma hora antes, para colocar o número no peito e o chip com tranquilidade e aquecer.

4. “Indico cinco minutos de aquecimento ativo, que trabalha técnica ao mesmo tempo em que prepara o corpo para a corrida, com exercícios como deslocamento lateral, elevação de joelho, saltos e polichinelo”, orienta Paulo Santos, diretor e técnico da Run e Fun assessoria esportiva (MG).

5. Encontrar o lugar ideal no pelotão pode ser um dilema para algumas corredoras, mas, considerando que você vai tentar os 10k pela primeira vez, mas já tem experiência em percursos menores, fique no meio. Ao largar na frente, junto ao grupo de elite, você pode ficar ansiosa e tentar correr mais rápido do que consegue. Já a turma do fundão é conhecida por não ser muito rápida – alguns até fazem o percurso caminhando. 

6. É comum que marinheiras de primeira viagem finalizem a prova de 10 km em cerca de uma hora e dez minutos, considerando que cada quilômetro costuma tomar sete minutos. Fique ligada no seu ritmo, sem neuras.

7. Evite ultrapassagens no começo, principalmente pela calçada, que são desniveladas e podem causar acidentes, e não fique muito perto de outros corredores.

8. “Comece com passos mais leves e aumente o volume só a partir do terceiro quilômetro. Depois do sexto, turbine um pouco mais e, se for o caso, faça o último em potência máxima”, aconselha Camila Vilanova, personal trainer especialista em corrida para não atletas (RJ).

9. No final das contas, o que vale é a diversão! Então, curta a paisagem, leve sua playlist e – por que não? – escale um parceiro para enfrentar o desafio com você, seja correndo junto ou assistindo.

10. Se o bichinho da corrida pegar de vez e você estiver bem preparada, tudo bem correr uma prova por mês, mas uma a cada dois meses é o período recomendado para quem não está em perfeita forma. 

Revista Corpo a Corpo | Ed. 318