Os momentos anteriores à prova também dirão muito sobre seu desempenho. Saiba o que fazer antes, durante e depois da meia maratona para se dar bem

Texto Da Redação | Adaptação Ana Araujo

O que fazer no dia da meia maratona

Saiba o que fazer no dia da meia maratona

Foto: Shutterstock

Para familiarizar-se cada vez mais com a meia maratona, é importante estar atenta aos pequenos rituais que compõem a prova. Antes da corrida, veja como estará o clima e conheça o local, tipo de chão e trajeto que você irá fazer, evitando quaisquer imprevistos. Acorde cedo e se vista com roupas frescas e calçados com o solado acolchoado.

Chegou a hora!

“É importante se aquecer bem para entrar na prova já no ritmo. Faça alongamentos ativos, como deslocamento lateral, elevação do joelho e pequenas corridas”, ressalta Paulo Santos. Ah, a posição na qual você larga também conta muito! “Fique do meio para trás do pelotão, assim você evita o tumulto e o zigue-zague das pessoas”, diz Camila Vilanova, personal trainer (RJ).

Depois da prova

Procure analisar seu desempenho e descobrir quais foram suas falhas. Não cumpriu o tempo de descanso necessário? Faltou ritmo? Como estava o lado psicológico? “Se precisar dar um gás no treino, busque ajuda nos exercícios de velocidade, força e resistência, primordiais para a melhora do condicionamento físico. Atividades intervaladas também são grandes aliadas de quem quer aprimorar o desempenho na meia maratona”, destaca Emerson Bisan.

Outro componente fundamental é o longo, no qual a pessoa corre em um ritmo leve por uma distância maior do que os demais treinos. “Para quem chegou aos 21K e quer melhorar a performance, é só adicionar 1K por semana. O longo ajuda a musculatura a ganhar resistência, retarda a fadiga e possibilita administrar melhor o ritmo e o psicológico. O correto é fazer os longos uma ou duas semanas antes da prova”, afirma Vanessa Delavy, professora da Cia Athletica (SP).

Para manter o pique, faça mais de uma corrida por mês. Emerson Bisan dá a dica: “Escolha uma prova para ser a principal e levar a sério. Depois, faça outras duas provas, encarando-as apenas como treinamento”. Acredite, em pouco tempo você ficará craque na distância!

Revista Corpo a Corpo | Ed. 321