Conheça 6 razões comuns que fazem o suor ter odor forte

Texto Cáren Nakashima | Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

suor

Açúcar demais faz o suor ter odor

Foto: Danilo Borges

Razões que fazem o suor ter odor

Deficiência de magnésio: O nutriente – ricamente presente no chocolate amargo, grãos integrais e abacate – tem o poder de modificar a flora intestinal, que tem relação direta com o aroma que exalamos.

Fritura em excesso: Encarar uma porção de camarão frito à noite e correr na manhã seguinte pode alterar o cheiro do seu suor porque a gordura quente se torna rançosa rapidamente, dificultando a digestão, o que modifica os odores corporais.

­Açúcar demais: O ingrediente refinado tem o poder de multiplicar fungos e leveduras durante o seu processo de metabolização. Resultado? Gases e mais gases, cujo cheirinho impregna no suor.

­Infecção urinária: Na maioria das vezes silenciosa, quando causa dor, já está avançada. E nesse estágio, a infecção pode ser tão concentrada que o odor característico de amônia costuma sair pelos poros. Só antibióticos prescritos pelo médico têm o poder de minimizar o mal.

­Dietas com pouco carboidrato: Além das proteínas requererem um esforço diferente da sua atividade metabólica, algumas pessoas não digerem grandes quantidades de colina, nutriente presente em ovos, peixes e alguns legumes. Assim, um “cheirinho de peixe” pode temperar o seu suor.

­A roupa: Mais precisamente, as fibras sintéticas dos tecidos, que retêm a transpiração, aprisionando as bactérias da pele na sua superfície. Cientistas descobriram que esses microorganismos amam poliéster. Neste calor, prefira as tramas naturais, como o algodão puro.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 314