Está aberta a temporada do ar-condicionado – e dos desconfortos respiratórios que ele pode causar. Aposte nestes cuidados para cuidar da saúde!

Por Vand Vieira | Adaptação Ana Paula Ferreira

Umedecer as narinas com soro fisiológico ou gel nasal

compensa os efeitos da baixa umidade do ar

Foto Shutterstock

Com a chegada do calor, está aberta a temporada do ar-condicionado – e dos desconfortos respiratórios que ele pode causar. Para prevenir, anote esses cuidados ao permanecer em ambientes com o aparelho:

1. Comece ajustando a temperatura do equipamento: o ideal é manter uma diferença de, no máximo, 8º C em comparação com o meio externo a fim de evitar choque térmico.

2. “Evite ficar na direção da saída de ar, pois o frio paralisa os mecanismos de defesa do nariz, o que pode gerar dilatação e congestão nasal e aumentar o risco de inflamação, infecções e crises de rinite e sinusite”, aconselha o otorrinolaringologista Marco Antônio Baptista, de São Paulo.

3. Limpeza e manutenção do ar-condicionado, seja de casa, seja do escritório ou do carro, devem ser feitas de acordo com o manual do fabricante se não quiser aumentar a circulação de micro-organismos no ambiente, o que pode provocar ou agravar problemas como asma e pneumonia em casos de exposição prolongada. 

4. Lembre-se de beber bastante água e umedecer as narinas com soro fisiológico ou gel nasal para compensar os efeitos da baixa umidade do ar.

Quer saber mais sobre saúde? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!