Atrasar o relógio em uma hora pode causar alterações na qualidade do sono e no funcionamento natural do organismo. Veja como adaptar seu corpo à mudança de horário!

Por Ana Paula Ferreira 

Aposte nestas dicas para adaptar seu corpo à mudança de horário

Foto Shutterstock

O horário de verão chega ao fim no próximo domingo, dia 19 de fevereiro. E se você mora nas regiões sul, sudeste e centro-oeste do Brasil – locais onde há alteração de horário –, deve sentir os reflexos da mudança nos hábitos cotidianos, especialmente na qualidade de sono e funcionamento natural do organismo. 

“Sabe-se que o organismo sofre mais quando adiantamos uma hora do que quando atrasamos uma hora, pois estamos propensos a permanecer mais tempos acordados a noite que de acordar mais cedo, porém isso não é uma regra”, explica Sergio Pontes,  clínico geral da Aliança Instituto de Oncologia.

Para fugir dos efeitos negativos que mudança de horário pode oferecer ao corpo, confira a seguir as dicas dadas pelo profissional:

- Dias antes da mudança tente dormir 10 minutos mais cedo, gradativamente, para que o organismo não sinta a alteração abrupta de 1h;

- Evite a desidratação, pois a água também ajuda na disponibilidade de energia e evita o cansaço;

- No período da noite, evite atividades exageradas como exercícios intensos e leitura longa;

- Atividades físicas leves como caminhada e alongamento podem ajudar com um efeito relaxante;

- Próximo à hora de dormir, evite ingerir alimentos pesados e com estimulantes como café, chocolate, chá preto e chá verde;

- Na hora de deitar, deixe o ambiente no quarto bem escuro, silencioso, com boa temperatura e confortável;

- Evite assistir TV ou usar celular e computador no quarto de dormir.