Para quem quer se livrar das gordurinhas extras, as terapias naturais são ótimas aliadas. Confira 11 opções que podem te ajudar a acabar com esse incômodo

Por Rita Santander | Foto Shutterstock | Adaptação Ana Paula Ferreira



Emagrecer não é um processo fácil. É preciso disciplina para encarar uma rotina de dieta e exercícios físicos, e muitas vezes uma ajuda extra é bem-vinda. Técnicas de massagens modeladoras ou ainda aquelas que ajudam na concentração para cumprimento dos objetivos podem ser incorporadas ao dia a dia para ajudar a manter o equilíbrio.

Esse é o objetivo das terapias alternativas, conhecidas como complementares. Para a psicoterapeuta Sandra Cristina da Silva, diretora e professora do Atmam Espaço Vivencial (SP), esses procedimentos auxiliam a equilibrar o sistema endócrino e hormonal, por isso são fortes aliadas do emagrecimento. 

Abaixo, a profissional nos ajudou a listar 11 terapias naturais que ajudam a eliminar gordura para que você possa escolher o método que mais agrada!

1. Massagem modeladora

Gordura localizada é um problema. Há regiões onde elas insistem em se acumular, como coxas, quadris e barriga. Nesse sentido, a modeladora é uma grande aliada e ajuda a eliminar até as gordurinhas mais difíceis. Ela tem a função de promover uma pequena lipo com as mãos. Os endocrinologistas a indicam para esculpir o corpo de quem perdeu muitos quilos, enquanto cirurgiões plásticos indicam como complemento da lipoaspiração.

2. Massagem esfoliante

A renovação da pele promovida por essa massagem a deixa mais clara e retira impurezas e manchas. Além disso, renova sua circulação, deixando-a mais firme e uniforme e combatendo até a celulite. A esfoliação prepara a pele para receber tratamentos como o de nutrição, hidratação e anti-idade, absorvendo melhor os ativos dos produtos. Sandra ressalta que esse tratamento também favorece um bronzeamento mais bonito e homogêneo e desencrava pelos.

3. Fitoterapia

O objetivo da fitoterapia, ou cura pelas plantas, é utilizar das propriedades das frutas, floras e plantas para auxiliar no emagrecimento. É possível eliminar gorduras ou ainda diminuir a ansiedade na hora de controlar a alimentação por meio de chás ou sucos, por exemplo.De acordo com Sandra, todos os nossos processos vitais dependem do funcionamento das enzimas, encontradas em abundância em alimentos naturais. “Elas são os agentes físicos vitais importantes para a digestão, para a desintoxicação e para manter nossos sistemas imunológicos e os nossos processos metabólico e regenerativo”, explica.

Nesse processo, o limão é o principal coadjuvante do emagrecimento e desintoxicação de qualquer organismo. Tomar água morna com gotas de limão pela manhã e em jejum ajuda a limpar o organismo como um todo. Além disso, sucos preparados em casa com frutas, germinados, sementes, hortaliças, raízes e legumes frescos também contribuem para a desintoxicação do corpo. Eles devem ser consumidos logo após o preparo.

4. Drenagem linfática manual

Por meio de pressão com as mãos, que seguem o trajeto do sistema linfático, estimulando-o, é aplicada em casos de edemas, celulite, retenção de líquidos, acne e em alguns quadros de pós-operatório. “Isso por conta dos seus efeitos, que aumentam a eliminação de líquidos e toxinas”, aponta a profissional.

5. Florais de Bach

Está sentindo que a ansiedade pode atrapalhar seu objetivo, fazendo com que desconte o estresse na comida? Essas gotinhas naturais, ministradas cerca de quatro vezes ao dia, podem ajudar. “Os florais trabalham as emoções e reequilibram as sensações, tirando a pessoa do estresse e da preocupação mental e emocional”, afirma Sandra, que indica a terapia para as pessoas que engordaram em situações específicas como pós-cirúrgia ou gravidez e sentem dificuldade para voltar ao peso normal.

6. Shiatsu

Indicado para reforçar a musculatura e desintoxicar, é uma forma de manipulação administrada pelos polegares, dedos e palmas, sem uso de qualquer instrumento mecânico. Pessoas com grande tensão muscular nas regiões das costas e ombros, e também quem tem gorduras localizadas, reagem bem à técnica.

7. Massagem bioenergética

O objetivo dessa técnica de massagem, bastante sutil e suave, feita pelas próprias mãos do terapeuta, é a perda de medidas e calorias.

8. Bambuterapia

A técnica produz uma drenagem nas células de gordura, além de promover modelagem e tonificação muscular, trabalhando o corpo todo e a mente e estimulando as glândulas. “É uma massagem aplicada com bambus de diferentes tamanhos, em que as varas de bambu agem como se fossem o prolongamento dos dedos, possibilitando alcançar todas as regiões do corpo e proporcionando novas sensações para quem a recebe”, aponta Sandra, que destaca ainda o controle do estresse.

9. Alongamento e reeducação respiratória

Respirando melhor, a pessoa passa a ter mais serenidade mental e, por conseguinte, maior equilíbrio emocional, não travando maxilar, mastigando mais devagar e ingerindo menor quantidade de alimentos. Com o trabalho de consciência respiratória, a paciente começa a ter um foco maior na qualidade da alimentação, e não em quantidade, deixando de lado os ataques à geladeira ou os excessos de doces e guloseimas.

10. Acupuntura

Há quem resista às agulhas introduzidas na pele para estimular pontos específicos, mas a boa notícia é que, além de essa técnica oriental ser capaz de trazer uma grande sensação de relaxamento, pode ajudar a reduzir gordura e flacidez em regiões como coxas, quadris e braços. “Pelo fato de alinhar a coluna e os pares de nervos que saem de cada vértebra, a acupuntura tira a dor lombar e ciática, muito comuns em casos de pessoas com sobrepeso”, explica.

11. Auriculoterapia

A auriculoterapia consiste na aplicação, na orelha, de sementes de mostarda, pontos de cristal, ouro ou prata, dependendo de cada caso, e ainda de microagulhas. É indicada como estimulante para o aumento das funções das glândulas endócrina, provocando o aparecimento de hormônios na corrente sanguínea, que ajudam na filtragem do sangue pelos rins, libertando-o das toxinas e propiciando melhores condições de circulação. Indicada para as pessoas cujo metabolismo está intoxicado ou travado, e para aqueles que têm resistência a regimes e desistem dos tratamentos.

Via Revista Dieta Já! Ed. 254