Por Rebecca Nogueira Cesar

Dor na hora do sexo

Sentir dor durante a relação sexual não é normal e precisa 

ser tratada

Foto: SXC

Sentir dor na hora do sexo pode indicar que algo está errado com a sua saúde. Segundo um estudo do instituto ProSex, 21% das mulheres sexualmente ativas sentem dor durante o ato sexual. Infecções genitais, endometriose, doenças sexualmente transmissíveis e uso prolongado de alguns anticoncepcionais que prejudicam a lubrificação, podem ser algumas das causas dessa dor.

A ginecologista e obstetra Erica Mantelli explica que “há casos de processos infecciosos, com ou sem secreção, que causam a dispareunia, que é um transtorno sexual caracterizado por dor sentida na região genital durante o ato sexual”.

Antes, durante ou depois do sexo

"Se a mulher fica com vergonha ou tensa durante a relação a dor pode ser inevitável. Para que o sexo seja bom, o casal deve estar relaxado. Caso a dor aconteça antes ou no início da relação o motivo pode ser a lubrificação insuficiente. Se for durante, pode ser caso devido a inflamações e infecções vaginais, inflamação no colo do útero e endometriose. As dores após a relação podem estar associadas à endometriose, cistite ou infecção. Algumas mulheres insistem em continuar fazendo sexo mesmo com dor, mas essa atitude só vai fazer mal para elas. Elas podem criar uma aversão ao sexo, dificultando as chances de ter um orgasmo e pode até ser um fator de risco para uma depressão por fingirem que está tudo bem", alerta a especialista. Confira as respostas de Erica sobre o assunto:

O que causa dor durante o sexo?
A dor pode ser devida à falta de lubrificação vaginal, inflamações e/ou infecções vaginais, doenças do colo do útero, corrimento vaginal e estresse. O desconforto com o parceiro e o estresse impedem que a mulher fique com a musculatura da pelve relaxada e isso pode causar dor na hora do intercurso sexual.

É normal sentir dor durante o sexo?
Não. O normal é que a relação seja prazerosa e não cause dor. Se a dor for persistente é preciso procurar ajuda médica.

A frequência na prática do sexo pode causar dor?
Depende. Se as relações forem muito frequentes e intensas, podem ocorrer escoriações vaginais e com isso causar inchaço na região genital, ardência e dor.

Quais posições ou ações aliviam essa dor?
A posição mais confortável varia de pessoa para pessoa. O ideal é praticar aquilo que você sabe que se sente bem. Respeitar o período de lubrificação antes da penetração é muito importante para uma relação prazerosa e sem dor.

Como saber se o desconforto é pela posição ou alguma outra coisa?
Algumas posições mais profundas podem causar uma pequena cólica, porém é uma dor suportável e que desaparece ao mudar de posição. Se, mesmo com a vagina lubrificada e após mudar de posição a mulher continuar apresentando dor, pode ser sinal de alguma inflamação ou infecção vigente.

Quando é preciso procurar especialista?
Se a dor for de moderada a forte intensidade, se doer em todas as relações e se a dor persistir após o término da relação sexual.  

O que pode causar sangramentos durante ou após o sexo?
Infecções e inflamações da vagina e do colo do útero, pólipos cervicais, lacerações (cortes) na parede vaginal.

Menopausa

No período de menopausa ocorre uma “secura vaginal”, que é quando a lubrificação da vagina fica reduzida, e isso pode causar um desconforto na hora da relação sexual. “Nessa fase ocorre uma queda do hormônio estrogênio, que é produzido pelos ovários e responsável pela lubrificação adequada da vagina. Mas o que muitas mulheres não sabem é que esse transtorno pode ser amenizado com tratamento”, contou Erica.