Essa é uma dúvida muito comum entre as mulheres. Descubra se a prótese de silicone realmente pode impedir ou atrapalhar a amamentação

Por Ana Paula Ferreira

As próteses na mamoplastia são colocadas atrás da glândula mamária ou atrás do músculo

, ou seja, não ficam a frente da glândula / Foto Shutterstock

Ao optar pelas próteses de silicone para aumentar os seios, muitas mulheres se preocupam com a questão da amamentação e se ela será impedida ou prejudicada após a cirurgia. 

De acordo com Fábio Augusto Arruda de Oliveira, mastologista do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, as próteses na mamoplastia de aumento são colocadas atrás da glândula mamária ou atrás do músculo, ou seja, não ficam a frente da glândula. Além disso, nenhum dos dois tipos de incisão citados pelo especialista impede a amamentação. “A melhor técnica cirúrgica deve ser avaliada pelo médico em cada caso devido a suas peculiaridades”, afirma o profissional. “O procedimento é consolidado e muito seguro, desde que seja feito por um profissional capacitado”, completa. Portanto, apesar de interferir no tamanho ou formato, a prótese não muda a estrutura da mama e não interfere nos ductos mamários. 

Vale ressaltar que, mesmo após a amamentação, a prótese não sofre nenhum tipo de alteração – o que pode acontecer é mudar o formato da mama por causa da possível flacidez na região. 

Para as mulheres que estão em fase de amamentação e planejam se submeter à cirurgia, Oliveira indica esperar até o leite secar completamente. “Para quem ainda não fez o procedimento e pretende engravidar em breve, vale avaliar a possibilidade de esperar também”, orienta ele.