Que tal fazer uma consulta com o terapeuta sem sair de casa? Usar a tecnologia em prol da saúde mental já é uma realidade. Veja como funciona a terapia via videoconferência

Texto Bárbara Rossi | Adaptação Ana Araujo

Saiba como funciona a terapia online

Terapia online ajuda no tratamento de problemas pontuais

Foto: Shutterstock

Checar o e-mail toda hora, atualizar o feed de notícias da rede social e esperar uma mensagem que não chega com certeza são fatores que podem aumentar o nível de estresse e ansiedade. Mas apenas cresce a quantidade de estudos que indicam que ela pode se tornar uma aliada para manter a saúde mental em dia – solução extremamente bem-vinda em um mundo onde 3,2 bilhões de pessoas estão conectadas (segundo a União Internacional das Telecomunicações).

“O terapeuta tem que estar onde a paciente está e, em um mundo cada vez mais digital, conseguimos chegar a mais pessoas por meio da internet”, explica Paulo Tonon, psicólogo responsável do Psicologia Online (SP). Fazer a consulta no conforto de casa, com a ajuda apenas do computador, já é uma realidade. A terapia on-line funciona mais ou menos como os encontros tradicionais: a conversa é o principal meio de análise, a única diferença é que ela é feita por meio de videoconferência.

O Conselho Federal de Psicologia limita os tratamentos on-line a até 20 sessões, por isso, é mais comum que quem os procure precise de ajuda apenas com problemas pontuais. Casos mais graves, como pensamentos suicidas, dependência química e distúrbios de personalidade graves devem recorrer à terapia tradicional. “Existem ainda pessoas que buscam aconselhamento por e-mail ou mensagem. Nesses casos, não chamamos de tratamento terapêutico e, sim, de aconselhamento”, completa Paulo Tonon.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 320