Tire as dúvidas e acerte na escolha na hora de mudar a cor do seu cabelo

Por Rita Trevisan/ Adaptação Rebecca Nogueira

Manual da Coloração

Manual da Coloração

Foto: SXC

Conheça os diferentes tipos de coloração, como agem, os cuidados e indicações.

Coloração permanente

É o produto que contém a mais alta porcentagem de amônia e água oxigenada. “A primeira dilata a fibra capilar, para que o processo de oxidação possa acontecer no córtex (estrutura interna do fio de cabelo)”, explica Celso Martins Júnior, professor titular do curso de Visagismo e Terapia Capilar da Universidade Anhembi Morumbi (SP).

Como age: quando o objetivo é clarear, retira o pigmento natural do cabelo para depositar a nova cor. “Ou apenas coloca pigmento no interior do fio, para escurecê-lo”, diz Julio Crepaldi, do salão Galeria (SP).

Quem deve usar: “A tintura permanente é ideal para clarear os fios ou fazer uma mudança pronunciada. Também é a mais indicada para a cobertura de cabelo branco”, explica Alessandra Meller, supervisora técnica da Wella Professionals.Qual é o efeito: “Em geral, clareia até quatro tons”, fala Camila Cerdeira, engenheira química da K.Pro (SP). A cor pode desbotar com o tempo, mas a tinta permanece no fio até a próxima coloração.

Cuidados: além de usar xampus, condicionadores e leave-ins específicos para fios tintos, faça hidratação, em casa ou no salão, pelo menos a cada 15 dias.

Coloração semipermanente

A porcentagem de amônia ou monoetanolamina – composto que também atua como dilatador da fibra capilar – é reduzida neste produto. Mas, para que tinja os fios, precisa ser misturada com água oxigenada, entre 10 e 12 volumes.

Como age: A dilatação da fibra capilar, para a entrada do pigmento, é menor que a ocorrida com o uso da permanente. A ação de retirar a cor natural do fio também, pois a água oxigenada tem baixo volume.

Quem deve usar: mulheres que desejam mudar a cor gradativamente, sem fragilizar muito os fios. “Para quem já relaxou ou alisou o cabelo, é uma opção melhor do que o tipo permanente”, indica Celso Martins. Essa tintura, em geral, também cobre até 30% dos fios brancos.

Qual é o efeito: a semipermanente clareia até dois tons. Além disso, desbota mais rapidamente do que a permanente. “A cor dura, em média, 15 lavagens”, garante Celso. Mas o resultado é cumulativo: quanto mais você usa, mais a cor demora a sumir.

Cuidados: como também possui oxidantes e outros compostos químicos que podem fragilizar o fio, é recomendado o uso de produtos específicos para cabelo tinto. A hidratação tem de ser, no mínimo, mensal.

Coloração temporária

Não possui amônia ou monoetanolamina e também não precisa ser misturada à água oxigenada. Normalmente, a aplicação é feita como um xampu convencional.

Como age: deposita um filme colorido sobre o fio, sem alterar sua estrutura. “Contém cargas positivas, que todo tipo de cabelo absorve bem. Assim, o pigmento adere facilmente ao fio, em 20 minutos”, diz Camila Cerdeira.

Quem deve usar: as que desejam experimentar reflexos em vários tons e, caso o resultado não agrade, voltar à cor original em pouco tempo. Também é uma boa pedida para intensificar o brilho, disfarçar os primeiros fios brancos e recuperar a cor natural dos desbotados ou manchados.

Cuidados: invista em produtos específicos para o seu tipo de fio. Evite os de limpeza profunda, que vão mandar a cor embora mais rápido. Uma hidratação mensal manterá o cabelo intacto e superbrilhante.

Qual é o efeito: rende reflexos avermelhados, acobreados ou dourados. Seu poder de mudança de tom, porém, é mínimo. “A aderência da cor à fibra capilar começa a diminuir a partir da quinta lavagem”, alerta Celso Martins.

Em casa ou no salão?

Aplicação de permanente e semipermanente: faça no salão. O cabeleireiro sabe qual cor combina mais com a tonalidade de pele, os traços e até o estilo de vida da cliente. E dispõe de mais recursos para chegar à cor ideal. “É comum misturarmos vários tons até conseguirmos aquele que garantirá o resultado esperado. Em casa, é impossível fazer isso”, diz Julio Crepaldi. Além disso, o risco de ter um cabelo manchado é bem menor.

Uso de temporária: boa opção para quem quer se cuidar em casa. Como o efeito é suave, um erro no momento da aplicação será imperceptível. E, se algo der completamente errado, basta lavar todos os dias para se livrar do efeito em duas semanas.