Recente estudo deixa cair por terra aquela teoria de que o calor do secador faz mal, resseca demais e fragiliza os fios. Saiba mais!

Por Isabela Leal | Foto Getty Images | Adaptação web Ana Paula Ferreira

O secador de cabelo não é um vilão. É isso o que assegura uma recente pesquisa da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Sim, o estudo deixa cair por terra aquela teoria de que o calor faz mal, resseca demais e fragiliza os fios.

Tim Moore, o coordenador da análise, afirma que secar naturalmente não é a melhor maneira de deixar o cabelo saudável. Ele diz que quando estão molhados, eles absorvem muita água, que acaba ficando no córtex (parte interna da haste capilar), deixando-os muito mais frágeis. Em outras palavras: quanto mais tempo ficarem úmidos, mais vulneráveis à quebra. É aí que entra o secador, como um aliado. “Desde que o ar quente não esteja em uma temperatura muito elevada, como 200 graus, pois neste caso a água evapora muito rapidamente e pode deixar bolhas de ar dentro dos fios, o que também é prejudicial. Mas se seca-los com o jato em uma temperatura entre 100 e 150 graus pode ser melhor do que deixar o processo ser natural”, aconselha Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), de São Paulo (SP).

Quer conferir mais sobre cuidados com o cabelo? Então, corra para as bancas ou garanta a sua aqui!