É possível, sim, exterminar a gordura abdominal e afinar a cintura de vez. Basta apostar em tratamentos estéticos eficazes. Veja alguns deles

Reportagem: Carmen Cagnoni

Tratamentos estéticos para gordura abdominal

Com tratamentos estéticos, dá tempo de acabar com os
pneuzinhos até o verão
Foto: Ella Durst

Ultra Accent XL
Perda de medidas: 2 a 4 centímetros por sessão, em média. "Vale ressaltar que o procedimento não é invasivo, tornando-o bastante seguro para a paciente e permitindo que ela retorne às suas atividades diárias imediatamente após cada sessão", esclarece Kátia Volpe, dermatologista (SP).
Ação: a primeira etapa do procedimento utiliza um exclusivo sistema de ultrassom para destruir as células de gordura responsáveis pelos pneuzinhos. O processo ocorre de maneira seletiva, sem causar danos aos demais tecidos, graças à exclusiva tecnologia Shear Waves. Depois, entra em cena a radiofrequência associada a um massageador mecânico (ponteira UniForm), que realiza drenagem linfática e estimula a produção de novas fibras colágenas. Sessões indicadas de quatro a oito, com intervalo quinzenal entre cada uma.

Freeze
Perda de medidas: 5 centímetros, em média, depois de quatro sessões. "O procedimento é rápido, indolor, sem downtime (tempo de recuperação)", avisa Luciana Hitomi, dermatologista da Slim Clinique (RJ).
Ação: esses pulsos promovem o aumento do hormônio FGF2, que potencializa o crescimento dos vasos sanguíneos e a síntese de fibroblastos (células que produzem colágeno e elastina). A radiofrequência promove aquecimento do tecido gorduroso, reduzindo o seu volume, e também o aumento da produção de colágeno. Sessões indicadas oito, no total.

Fenix Two
Perda de medidas: 8 centímetros. “Com esse aparelho é possível melhorar tanto o acúmulo de gordura quanto a flacidez”, explica Cláudia Magalhães, dermatologista (PE).
Ação: o aparelho dispara um feixe de luz que causa centenas de microincisões na pele. Dessa forma, a parte que não foi atingida promove uma recuperação muito mais rápida. Sessões indicadas de uma a quatro.

Max-Shape
Perda de medidas: 8 a 10 centímetros. "O procedimento alcança a temperatura de 40º C na superfície da pele, e até 60º C nas camadas mais profundas. Esse aquecimento regenera o colágeno, ajuda na ruptura de tecido adiposo e aumenta a drenagem de fluidos", conta o dermatologista Jorge Mariz, do Espaço Personal Clinique (RJ).
Ação: promove a formação de novo colágeno, melhora a flacidez e aumenta o metabolismo das células adipócitas, reduzindo-as. Sessões indicadas dez, sendo uma a cada semana ou quinzena

Aroma Slim
Perda de medidas: 6 a 10 centímetros. "Para o tratamento ser eficaz é importante ingerir muita água, praticar exercícios físicos, manter a alimentação balanceada e comparecer a todas as sessões indicadas pelo profissional", alerta Paloma Awada, dermatologista do Spa Aroma Urbano (SP).
Ação: o ultrassom quebra as células adipócitas; a drenagem e a argiloterapia atuam na desintoxicação; e a corrente russa, a vacuoterapia, a argiloterapia e a lipoescultura gessada combatem a flacidez. Sessões indicadas 15, em média.

Slim Lipo
Perda de medidas: 5 a 8 centímetros após 30 dias de aplicação. “A paciente perde, geralmente, toda aquela gordurinha que ela tem acumulada na região da cintura, que popularmente chamamos pneuzinhos, e que varia de pessoa para pessoa”, conta Cláudia Magalhães, dermatologista (PE).
Ação: lipolítica e de retração cutânea. Utiliza dois lasers: um destrói a gordura e o outro trata a flacidez sem qualquer dano ao tecido adjacente, sem as irregularidades de uma lipo tradicional e com recuperação muito mais rápida. Sessões indicadas: uma única sessão.

VelaShape
Perda de medidas: 2 centímetros já na primeira sessão. "Indico principalmente para quem tem gordura localizada flácida, pois, neste caso, os resultados, realmente, são fantásticos!
O VelaShape foi um dos primeiros aparelhos aprovado pelo Food Drugs and Administration (FDA), dos Estados Unidos, o que comprova a sua eficácia", comemora Mônica Linhares, dermatologista clínica e estética do Espaço Saúde Rio (RJ).
Ação: estimula, ainda, a neoformação de colágeno da pele de modo a oferecer mais firmeza à área. Sessões indicadas: oito, no mínimo, uma a cada semana ou quinzena.

CollSculpting
Perda de medidas: até 22% do total presente na região. "Esse é um tratamento a frio que derrete a gordura e congela a celulite. Também foi um dos primeiros aparelhos aprovados pelo Food and Drug Administration (FDA) que atua à base de resfriamento para tratar a gordura localizada de forma não invasiva", argumenta Jardis Volpe, dermatologista (SP).
Ação: resfria as células adipócitas próximo de zero grau por um período prolongado, promovendo a sua destruição a partir do nono dia da aplicação, por meio de mecanismos celulares induzidos pelo frio.
Sessões indicadas: uma a três sessões, com intervalos entre 30 e 60 dias entre cada uma.