Apesar de visarem os mesmos objetivos, os dois procedimentos contam com algumas diferenças cruciais. Confira!

Reportagem: Camila Saipp

lipoaspiração e abdominoplastia

A lipo é ideal para secar as gordurinhas extras, mas só a abdominoplastia
consegue  acabar com a flacidez
Foto: Ella Dürst 

Manter uma barriga lisinha e livre daquelas gordurinhas extras é o sonho de muitas, mas privilégio de poucas. Mesmo com a prática de exercícios e uma dieta regrada, a tarefa não é tão fácil assim. Por isso, é cada vez maior o número de mulheres que recorrem aos procedimentos cirúrgicos para conseguir a tão sonhada barriga chapada.  

Nesses casos, a lipoaspiração e a abdominoplastia são as intervenções mais indicadas. As duas têm como finalidade acabar com o excesso de gordura e melhorar o contorno corporal, mas possuem algumas diferenças cruciais.

Abdominoplastia x Lipoaspiração

De acordo com a Drª Bárbara Machado, chefe da equipe médica da Clínica Ivo Pitanguy, a principal diferença entre os dois procedimentos é que a abdominoplastia clássica consegue retirar parte da flacidez cutânea enquanto a lipo não consegue tal intento e pode ate acentuar o excedente de pele em algumas pacientes. “A lipoaspiração tem como finalidade a remoção de acúmulo de gordura em locais ou em volumes indesejados. É o procedimento ideal para pacientes jovens, que não passaram por gestações e não apresentam flacidez cutânea. Já a abdominoplastia, envolve um trabalho funcional em que a musculatura do abdômen pode ser reaproximada devolvendo a firmeza da parede abdominal. É indicada para aquelas pacientes que perderam muito peso ou que já passaram por gestações e sofrem com a flacidez”.

O Dr. Luiz Eduardo Mendonça Pereira, cirurgião plástico da Clínica Bertolini, completa: “Apesar da lipoaspiração ser perfeita para acabar com a gordura localizada, ela não consegue eliminar as gordurinhas que estão abaixo dos músculos”. Além disso, ele destaca outra importante diferença entre as duas intervenções: “Algumas mulheres optam pela abdominoplastia com o objetivo de redefinir a silhueta e acabar com a barriga flácida. Porém, após a cirurgia muitas reclamam da cicatriz grande que permanece na parte inferior do abdômen e que fica visível dependendo da roupa utilizada. Já a lipo deixa cicatrizes bem menores”.

O especialista indica ainda um método que une os dois procedimentos para quem deseja se livrar da gordura e da flacidez ao mesmo tempo: “Escolha os dois procedimentos quando a retirada de gordura for muito grande na lipoaspiração. As sobras de pele do abdômen só podem ser corrigidas por meio da abdominoplastia. Em alguns casos, o paciente opta pelas duas cirurgias para obter o contorno do corpo desejado. A junção dessas duas técnicas é denominada de lipoabdominoplastia”.

Cuidados necessários

Quanto aos cuidados pré e pós-operatórios, os dois procedimentos cirúrgicos não se diferenciam muito. “Ambas as intervenções requerem pelo menos dois meses de restrição à exposição solar e uso de cinta. A abdominoplastia requer restrição de atividade física mais vigorosa por tempo mais longo para preservar o processo de cicatrização. Riscos de trombose e embolia pulmonar também parecem estar mais ligados à abdominoplastia, mas o exame clínico e os cuidados adequados podem evitar complicações”, esclarece a Dra. Bárbara.