Alguns tratamentos estéticos podem prejudicar sua pele se forem feitos durante o verão. Confira quais são eles e quais os procedimentos que estão liberados para esta época do ano!

Texto Juliana Vaz e Victoria Bassi | Adaptação Ana Paula Ferreira

A depilação a laser pode causar queimaduras se feita durante o verão

Foto Shutterstock

Tudo bem que você quer atravessar o verão de ponta a ponta com o corpo em dia, mas não são todos os procedimentos estéticos que estão liberados nessa época. Confira os tratamentos que podem ou não ser feitos!

Podem

Ultrassom focado

Como não atinge a melanina, pode ser feito até com a pele bronzeada.  A indicação é para combater a flacidez, melhorar a textura da pele e reduzir gordura localizada.

Carboxiterapia

As injeções de gás carbônico para tratar celulite, estrias, gordura localizada e flacidez não precisam ser adiadas para depois do verão.  Mas evite a exposição ao sol logo após o procedimento (sobretudo se sair com hematomas) para não acabar com a pele manchada. Se for manter o tratamento nos meses de calor, capriche no uso de filtro solar com FPS 30, no mínimo.

Não podem

Depilação a laser 

Como a luz é atraída pela melanina (não importa se da pele ou dos pelos), pode causar queimaduras se o corpo estiver bronzeado.

Peeling

“Como é um método abrasivo, focado na descamação das células,  deixa a pele sensível à luz”, avisa adermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. “Evitar o sol é fundamental para que as manchas não piorem ao invés de serem tratadas”, completa. Espere o inverno ou, pelo menos, deixe para fazer quando souber que não vai pegar sol.

Quer conferir mais cuidados com a pele? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!