Veja algumas dicas para prevenir frieiras e micoses e deixar os pés livres

Reportagem: Caroline Sarmento

pés

O uso dos sapatos fechados com frequência pode ocasionar frieiras ou micose
Foto: Shutterstock

A prevenção de micose e frieira é uma alerta para quem vive com os sapatos fechados nos pés. Ambas as doenças se proliferam em ambientes quentes, úmidos e abafados. De acordo com o dermatologista Fernando Passos de Freitas (SP) as micoses são infecções causadas por fungos que atingem a pele, unhas e cabelos. "Esses fungos podem ser encontrados no solo e em animais", esclarece o especialista.

Para quem nunca viu, a micose é caracterizada por manchas brancas na pele, inflamação na tez ou acúmulo de pus no local. "As regiões mais propícias são os pés, as virilhas e o couro cabeludo, pois contêm um maior número de fungos por conta da umidade, calor e oleosidade", explica Freitas.

Já as frieiras são alterações da pele que ocorrem em áreas de dobras cutâneas, como axilas, virilhas e espaços entre os dedos dos pés e mãos."As frieiras deixam a área avermelhada, descamada e úmida. O quadro é, geralmente, acompanhado de muita coceira", aponta o especialista.

Para prevenir micoses e frieiras, veja os cuidados necessários:

Micose

A micose é uma doença contagiosa. "Normalmente, o contágio acontece pelo uso de objetos pessoais de outras pessoas, materiais não esterilizados, contato prolongado com água, terra ou ambientes úmidos e, muitas vezes, pelo abafamento prolongado de roupas ou calçados, que podem ocasionar a proliferação de fungos", explica o dermatologista. 

Tratamento

Podem ser usadas medicações antifúngicas locais sob a forma de cremes, loções e talcos ou até medicações via oral, mas isso vai depender da intensidade do quadro.

Cuidados para evitar a micose

- Secar-se muito bem após o banho, principalmente as dobras como axilas, virilhas e entre os dedos dos pés.

- Evitar ficar muito tempo com roupas molhadas.

- Evitar usar objetos pessoais de outras pessoas.

- Evitar mexer com terra sem usar luvas.

- Ficar atenta aos materiais utilizados na manicure. Todos devem estar esterilizados

- Evitar o uso de calçados fechados ao máximo.

- Evitar roupas muito justas. Para prevenir, prefira tecidos leves como o algodão.

Frieira

O contágio da frieira é comum em hábitos que podem favorecer o desencadeamento do quadro, como o uso prolongado de calçados fechados, a sudorese excessiva e o contato com ambientes ou utensílios coletivos. "Se não tratada, a doença pode ser a 'porta de entrada' para bactérias oportunistas, ou evoluir para um quadro chamado erisipela, uma infecção grave de difícil tratamento", completa Freitas.

Tratamento

A frieira deve ser tratada com medicamentos antifúngicos de forma local ou via oral dependendo do grau de acometimento.

Cuidados para evitar a frieira 

- Usar sapatos mais folgados, evitando-se os de bico fino.

- Cuidado também ao usar de meias de algodão, que podem abafar os pés.

- Secar sempre bem os pés após o banho.

- Evitar ambientes (pisos) úmidos de uso coletivo. Nessas situações, jamais esqueça o bom e velho chinelo de borracha!