Dar adeus à celulite e ainda reduzir três centímetros de coxas é o que promete a Centella asiática, uma terapia milenar

Centella asiática contra a celulite

Aposte na Centella asiática para amenizar a celulite
Foto: Danilo Borges

A Centella asiática, planta medicinal proveniente da Índia, faz parte da medicina hindu há mais de três mil anos. Estudos demonstram que suas substâncias ativas podem contribuir na melhora da celulite ao agir no tecido congestionado, subnutrido e sem elasticidade, promovendo uma ação reguladora que ajuda a normalizar a produção de colágeno e a melhorar a circulação local, favorecendo a eliminação de células gordurosas, diminuindo a retenção de líquido e inibindo a formação de áreas endurecidas.

Uma pesquisa intitulada Estudo Anátomo-Clínico dos Efeitos do Extrato de Centella Asiática na Lipodistrofia Localizada* apontou uma melhora da celulite em 80% dos casos estudados após a administração oral do extrato da planta. No final de três meses, os pesquisadores constataram que o grupo que consumiu a Centella – e seguiu a dieta recomendada – apresentou melhora na circulação venosa, diminuição na sensação das pernas cansadas e redução média de três centímetros no diâmetro das coxas.

"Em torno de 85% das mulheres são afetadas pela celulite. O ideal é que o tratamento inicie assim que surgirem os primeiros sinais do problema, já que o sucesso depende do grau de comprometimento do tecido conjuntivo", recomenda Adriana Henemann de Almeida, farmacêutica bioquímica da Herbarium. Ela lembra que o primeiro passo é procurar um médico para realizar uma avaliação geral do quadro. Além disso, ressalta que qualquer tratamento só tem efeito quando combinado com uma alimentação saudável, atividade física e cuidados com a pele, como o uso de hidratantes e massagens para estimular a circulação. Recomenda-se utilizar duas cápsulas ao dia.

O sucesso do tratamento poderá ser observado em quatro semanas. "Convém ressaltar que no início do tratamento tem-se a impressão de uma piora do tecido afetado. Isso ocorre porque as células de gordura estão sendo liberadas", avisa a farmacêutica. A Centella é contraindicada para quem tem gastrite, úlcera e apresenta reação alérgica à planta. Gestantes e lactantes também não devem utilizar o produto.

*Fonte: (HACHEM, A., BORGOIN, JY. Etude anatomo-clinique des effects de e'extrait titre de centela asiatica dans la lipodystrophie localisse. LA Med Prat.12 (Suppl 2): 17-21)