As bermudas anticelulite se tornaram novas aliadas das mulheres na luta contra os furinhos na pele. Confira como elas agem e por que funcionam!

Por Carol Salles | Foto Shutterstock | Adaptação web Ana Paula Ferreira



Muita gente se pergunta se as bermudas anticelulite funcionam mesmo. A resposta é sim. De acordo com Mônica Aribi, dermatologista de São Paulo (SP), elas agem no mesmo grau dos cremes, pois os tecidos com que são feitas, além de conter ativos específicos para o problema, fazem uma oclusão (abafam a pele), favorecendo uma maior penetração das substâncias e um tempo mais prolongado de ação. 

Sempre que um dermatologista deseja que um ativo faça mais efeito, ele faz uma oclusão da área trabalhada, isto é, cobre a região. Esse é o mecanismo dessas bermudas. “Quanto mais fatores para combater o problema, melhor. Combinar creme (com os ativos específicos) com automassagem e mais a bermuda (oclusiva), que são coisas fáceis de fazer no dia, é muito bom”, aconselha a médica.

Quer conferir mais sobre beleza? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!