Saiba como se livrar do excesso de pele que ficou após a gestação

Por Fabiana Gonçalves/ Realização Tomaz Souza Pinto/ Adaptação Rebecca Nogueira Cesar

Fique linda (de novo) depois da gravidez

Fique linda (de novo) depois da gravidez 

Foto: Ella Dürst 

O excesso de pele que aparece logo após o parto tem como origem o afastamento dos músculos da parede abdominal e do reto abdome que se separam para dar espaço ao crescimento e desenvolvimento do útero durante a gestação. “Conforme ocorre o crescimento da barriga, pele e músculos sofrem transformações, que vão ser maiores ou menores, dependendo de fatores como ganho de peso, exercícios praticados durante a gestação e tendência genética”, explica Claudia Marçal.

O ideal é que, depois de 40 a 60 dias, a paciente retorne aos exercícios abdominais, primeiro para exercitar os músculos oblíquos laterais “empurrando” os dois pilares para o centro e, em seguida, exercitar a parte superior e inferior, fortalecendo, assim, as estruturas de sustentação. “Associado a eles é interessante a prática de exercícios aeróbicos para ajudar a queimar a gordura que muitas vezes se deposita nas laterais da cintura e na região infraumbilical, além de realizar massagens terapêuticas como a modeladora ou a drenagem linfática semanal”, orienta a dermatologista. 

Flacidez? NÃO!!!

Por mais que a mulher tenha uma boa genética e determinação, segundo os médicos, existe um tempo aproximado de seis meses para a involução completa do útero.

Freeze 

Já imaginou eliminar a gordura localizada e, de quebra, fortalecer e devolver o tônus à pele? Essa é a proposta do Freeze. “O equipamento trabalha com uma radiofreqüência multipolar que esquenta a pele. O calor estimula a formação de colágeno. O diferencial em relação aos outros aparelhos que existem é que esta é uma tecnologia inovadora (MP2) que combina pulsos magnéticos com radiofreqüência multipolar, aumentando a síntese de colágeno e elastina. Deixa a pele mais firme com resultados duradouros”, afirma Denise Lage. Segundo a médica, o aparelho funciona com resultados comprovados nas regiões do abdome, glúteos, coxas, braços (“músculo do tchau”) e até papada. “Mas ele também é indicado para combater a celulite e dar novo contorno ao corpo”, indica Nídia Gonçalves, coordenadora de estética da Clínica Dicorp (RJ). São indicadas entre oito e dez sessões com intervalos semanais. A partir da terceira sessão é possível notar uma melhora na flacidez. “O Freeze tem a vantagem de poder ser realizado durante a amamentação”, aponta Maria Bussade Gomes de Freitas, dermatologista das Sociedades Brasileira e Americana de Dermatologia (RJ). 

Ulthera

O aparelho tem por objetivo estimular a formação de novas fibras de colágeno (neocolagenese), promover elasticidade e contração das fibras musculares, reorganizando o contorno corporal e tratando a flacidez pós-parto. “A tecnologia, por meio do ultrassom microfocado, utiliza duas ponteiras, uma para estimular a retração das fibras musculares e outra que aquece volumetricamente a gordura, facilitando a aderência da pele ao tecido muscular”, explica Claudia Marçal. Segundo a médica, a aplicação não retira a paciente da rotina, dura aproximadamente 40 minutos, nos quais são feitos em média de 400 a 600 disparos, dependendo do tamanho do abdome, em uma única sessão. A repetição pode ser feita de seis meses a um ano após a primeira. O resultado começa logo no primeiro mês e chega ao ápice no terceiro mês. “Associo ao tratamento local o Exynutriment 200 mg por três a seis meses (silício orgânico), pois ele estimula a formação de colágeno para melhorar a ação dos fibroblastos e promover o tônus tecidual”, indica a médica.

Todos esses tratamentos devem ser feitos apenas depois de uma avaliação médica especializada e seguidos à risca para conseguir o resultado desejado.