É comum confundir o acúmulo de gordura com retenção de líquido. Descubra qual a diferença entre os dois e como aliviar o excesso de água no corpo

Por Victoria Bassi | Adaptação Ana Paula Ferreira

Aprenda a aliviar a retenção de líquido do corpo

Foto Shutterstock

É comum creditar ao acúmulo de gordura qualquer alteração para mais ao subir na balança. Só que, muitas vezes, você está é retendo líquido. Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, explica a diferença: “A fase da TPM, problemas de má circulação e uma alimentação desequilibrada (rica em açúcar e itens industrializados, que têm muito sódio) são causas clássicas do edema (inchaço)”, fala. “O ganho de gordura, por sua vez, tem a ver com uma dieta com muito açúcar, sedentarismo e fatores genéticos.” 

Ele acrescenta que é possível somar até 2 kg em poucos dias no peso corporal por causa de retenção de líquido – já que a água é mais rapidamente mobilizada do que as gorduras – e dá uma dica para detectar se é essa a explicação para o jeans mais apertado do que antes. “Pressione por três segundos um local com osso (o tornozelo ou a canela, por exemplo). Se perceber um pequeno afundamento na pele, é inchaço”, diz. Para aliviar, invista em drenagem linfática, corte o excesso de sal e sódio da alimentação e procure usar meia elástica a fim de estimular a circulação do sangue.

Quer conferir mais sobre corpo? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!