O novo padrão de tratamentos para rejuvenescer, desenvolvido pelo dermatologista William Werscler, promete revolucionar a dermatologia e descomplicar a sua rotina de cuidados

rosto-cuidados

Filtro solar, vitamina C e água são os melhores amigos na hora de cuidar do rosto
Foto: Danilo Borges / Realização: Tomaz Souza Pinto

O dermatologista norte-americano William Werscler desenvolveu um novo padrão de tratamentos para rejuvenescimento facial que classifica o estágio de envelhecimento cutâneo e indica os melhores procedimentos dermatológicos.

É verdade que, para fazer essa análise, já existe um modelo, o Glogau, que leva em conta os tipos de lesão encontrados na pele e o grau de fotoenvelhecimento - decorrente do efeito da radiação ultra-violeta). A diferença é que William faz a classificação baseado na idade de cada pessoa.

A dermatologista Sarah Lucas (MG) não demorou a adotar a metodologia em seu consultório. “Notei que ela aproxima o médico da paciente, pois é superdidática e facilita a comunicação entre ambas as partes. A cliente passa a entender o porquê de usar determinados cosméticos e, consequentemente, não desiste de se cuidar.”

A inovação do dermatologista norte-americano baseia-se em observações clínicas; ainda não foi reconhecida pelas Sociedades de Dermatologia nem tem a pretensão de substituir a divisão antiga, mas, sim, de complementá-la, além de facilitar a vida de profissionais (e a sua, claro!).

Como funciona:

O primeiro passo é enquadrar-se em uma das faixas etárias: dos 18 aos 30 anos, dos 30 aos 50, e dos 50 em diante. Para cada uma delas o especialista destaca uma necessidade, que deve orientar todo o tratamento.

William defende que a paciente seja avaliada como um todo. “Não adianta ater-se apenas a uma região, fazer um peeling ou uma aplicação de toxina botulínica isoladamente. É preciso examinar seu rosto inteiro, checar a alimentação, os hábitos e o histórico familiar”, diz Sarah.

Talvez você esteja se perguntando por que a análise proposta pelo médico forense começa apenas aos 18 anos. Nessa idade, os hormônios estão mais equilibrados, a pele já definiu suas características (mista, oleosa, seca ou normal) e a mulher começa a se preocupar com a saúde e o envelhecimento. No entanto, é bom ficar atenta: os cuidados são imprescindíveis durante a infância e a puberdade.

Animada? Então conheça agora as necessidades e produtos ideais para o seu caso!