O pescoço também fica exposto aos raios UVA e UVB e merece atenção especial para não envelhecer precocemente. Saiba como cuidar e tratar as rugas e a flacidez dessa região

Reportagem: Carla Festucci

como tratar as rugas e a flacidez do pescoco

Para evitar rugas e flacidez é imprescindível cuidar direitinho 

do pescoço, aplicar hidratante e filtro solar

Foto: Danilo Borges

Com o passar do tempo, a gente sente na pele (literalmente!) os pesares de não ter cuidado direitinho do pescoço, que começa a apresentar rugas e flacidez.

O processo de envelhecimento do pescoço é semelhante ao que ocorre em todas as regiões do corpo. Mônica Felici, dermatologista da Clínica Splendore e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), lembra que é natural que a busca pela aparência jovial e saudável comece no rosto, mas que o pescoço também fica exposto aos raios ultravioleta e, consequentemente, também perde colágeno, elasticidade, apresenta ressecamento, aumento das rugas, entre outros fatores.

"Todos esses problemas podem ser evitados com cuidados básicos diariamente, principalmente a partir dos 30 anos, quando os primeiros sinais aparecem. Desta forma, o mesmo protetor solar e hidratante utilizados na face devem ser aplicados no pescoço, o que ajudará a evitar o surgimento precoce dos sinais do envelhecimento e manter uma pele exuberante e harmônica", afirma a médica.

Tratamentos estéticos

Para quem não investiu na prevenção desses sinais, existem técnicas e tecnologias disponíveis. As alternativas para combater o envelhecimento do pescoço são praticamente as mesmas indicadas para o rejuvenescimento do rosto, tanto em relação à perda da elastina, quanto no que diz respeito a rugas e manchas. 

Segundo Mônica Felici, o fortalecimento da musculatura por meio da ginástica facial é uma das alternativas para a região do pescoço, mas o paciente que busca resultados potentes e rápidos pode usufruir também das tecnologias a laser, como o equipamento Titan.

"Ele é apontado por grande parte dos médicos como o melhor tratamento para o pescoço e outras regiões. É uma luz do espectro infravermelho que promove um aquecimento térmico profundo, porém sem queimar o tecido. O calor funciona como um gerador de colágeno e que diminui a flacidez. A sessão é rápida, por volta de 45 minutos, e dispensa a sedação", explica a dermatologista. Após as sessões, que são em média três, dependendo de cada caso, a especialista lembra que é imprescindível continuar utilizando o filtro solar.

Há ainda outros métodos que podem tratar eficazmente o pescoço, como o laser de CO2 fracionado. "No entanto, esse é um pouco mais agressivo. Por isso, o Titan ainda é considerado a melhor alternativa, e até mesmo uma opção para quem deseja fugir da cirurgia, cuja indicação também é comum para essa região", finaliza Mônica.