Ulthera é um aparelho de ponta para acabar com as indesejáveis rugas e flacidez do rosto. Conheça

Uthera

O aparelho Ulthera foi um dos grandes destaques durante a 70º edição do Annual Meeting of the American Academy of Dermatology (Congresso Americano de Dermatologia), realizado em San Diego, nos Estados Unidos. Mas o assédio ao equipamento faz sentido.

Considerado como a última novidade no combate às indesejadas, porém inevitáveis, rugas faciais, a
tecnologia que funciona à base de ultrassom, estimula a produção de colágeno e, consequentemente, rejuvenesce. “Este tratamento não tem contraindicação e pode ser feito em qualquer idade, desde que a paciente note algum grau de flacidez na pele, o que acontece por volta dos 35 a 40 anos, quando a produção de colágeno começa a diminuir”, indica Thais Pepe, dermatologista (SP).

O procedimento, feito em consultório, leva cerca de 30 minutos. Mas necessita de anestesia local antes, por ser dolorido. “No entanto, a paciente volta às suas atividades normais logo após a sessão”, admite a médica. Segundo ela, o aparelho Ulthera não substitui a cirurgia plástica, mas melhora o contorno facial e a flacidez, garantindo a partir da primeira sessão uma melhora notável.

“Em tempos de exageros nos procedimentos dermatológicos que acabam ficando tão evidentes que chegam a mudar a expressão facial de quem se submete a isso, esse tratamento prima pela beleza natural das pacientes e ressalta a importância de utilizar a tecnologia a favor de conservá-la”, considera.