O jeito que você organiza a geladeira e fundamental para emagrecer. Aprenda 7 truques simples para não deixar ela boicotar sua dieta

Texto Amábile Reis | Adaptação Ana Araujo

Como organizar a geladeira para emagrecer

Para emagrecer, organize a geladeira! Assim, ela se torna amiga da dieta, e não inimiga

Foto: Shutterstock

Tá difícil resistir às gordices? Pare de culpar só os fast-foods e saiba que o perigo mora ao lado – nesse caso, na cozinha. A nutricionista Isabel Jereissati, do Rio de Janeiro, dá dicas de como organizar a geladeira e emagrecer de um jeito mais eficiente!

1. Você pode não acreditar, mas desorganização engorda. Uma pesquisa do Journal of Consumer Psychology aponta que a geladeira desarrumada diminui a vontade de seguir uma alimentação regrada. Afinal, você dará mais atenção aos pacotes coloridos dos produtos industrializados do que aos alimentos naturais, sem embalagem. “Em um primeiro momento, os industrializados saltarão à vista com mais facilidade”, comenta Isabel. Se o pacote apresentar a cor vermelha, é pior ainda. “Ela dá a sensação de excitação e abre o apetite”, avisa a nutricionista. A solução? Tenha sempre à disposição e nas prateleiras mais visíveis comidas saudáveis nessa coloração, como morango e tomate.

2. “Assim que o estômago ronca, buscamos o petisco de fácil acesso. Então, o interessante é sempre deixar ao alcance frutas e vegetais para evitar deslizes”, ressalta a nutricionista. E, veja só, segundo um estudo da Cornell University, nos Estados Unidos, a pessoa come 2,7 vezes mais as delícias saudáveis se elas ficarem na linha do olhar, como a primeira prateleira.

3. Para aniquilar as calorias desnecessárias, coloque as guloseimas no fundo do refrigerador. “Deixe o brigadeiro escondido. Você irá até se esquecer da existência do doce”, aconselha Isabel.

4. Sabe o pote de vidro recheado de jujubas que você deixa na porta da geladeira? Suma com ele! O Journal of Marketing publicou uma pesquisa revelando que comemos as junk foods em maior quantidade caso estejam guardadas em potes transparentes. “Acho válido colocar todos esses alimentos calóricos em recipientes opacos e azuis. O cérebro associa o azul a uma cor deprimente. Logo, inibe o apetite”, diz Isabel.

5. Fuja dos alimentos industrializados cortados em pequenas porções, como bolinhas de chocolate. “O tamanho do alimento é fundamental. Isso porque beliscamos muito mais o confeito e nem percebemos a quantidade que ingerimos do doce”, avisa.

6. A receita é tradicional e eficaz: um lanchinho saudável dribla a fome ao longo do dia. Mas quem nunca ficou com preguiça de picar as frutas ou legumes no momento do aperto? Quem? Quem? “Antes de armazenar as compras na geladeira, lave bem os alimentos, corte-os e deixe em potes. Assim, na correria, você já possui um snack ótimo”, avisa a nutricionista. Para deixar a cenoura ou o pepino mais atrativos, deixe ao lado uma pastinha de homus ou tomates secos batidos no mixer. Desse jeito, damos um up na preparação e não enjoamos tão fácil do petisco.

7. Nada de refrigerante, cerveja ou suco industrializado na geladeira, hein? “Essas bebidas são lotadas de açúcar e nada recomendadas para quem quer ficar em paz com a balança”, diz a nutricionista. Uma opção interessante é fazer águas aromatizadas para matar a sede. Pique pepino e maçã verde, misture, coloque água e deixe descansar por algumas horas antes de consumir. Ou, se quiser, faça de gengibre, canela, cravo e fatias de laranja. “Água de coco e água com gás também são boas opções. Quando a fome aparecer, tome um copo grande de alguma dessas bebidas e você já começará a sentir a saciedade”, completa Isabel.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 327

Assine já a CORPO e garanta 6 meses grátis de outro título