Dona de um tanquinho digno de inveja, a musa fitness revela qual seu cardápio seca-barriga de um dia. Vem ver!

Por Vand Vieira e Marcia Di Domenico | Fotos Marta Santos | Adaptação Ana Paula Ferreira

O cardápio ajuda a moldar as curvas de Camila Guper

Foto Marta Santos

Para muita gente, morar em uma cidade pequena cercada de belezas naturais pode até parecer um sonho, mas, para Camila Guper, viver em Alto Paraíso de Goiás, município pertencente à Chapada dos Veadeiros, era uma realidade que dificultava um de seus principais objetivos: deslanchar a carreira de modelo. “Me sentia limitada, faltavam oportunidades. Assim que fiz 18 anos, me mudei para Brasília, onde estava fazia os 15 anos”, lembra. Mesmo rejeitada várias vezes, não desistia. “Sabia que para cada não que ouvia, haveria um sim lá na frente.”

Aos 20 anos, quando decidiu que era hora de ir para São Paulo em busca de crescer e aparecer na carreira, Camila acabou mudando o foco por um tempo. “Meu marido e eu alugamos uma casa no Guarujá, no litoral, onde tivemos nosso primeiro contato com o stand up paddle  (esporte em que se rema de pé em uma prancha semelhante à de surfe)”, conta. “Na época (quatro anos atrás), achei que tinha encontrado o esporte da minha vida. Fiquei empolgada a ponto de querer competir profissionalmente, o que acabou não acontecendo. Mas foi por causa disso que comecei a fazer musculação”, conta.

Apesar da afinidade instantânea com o stand up paddle e do gosto pelos treinos de força, o desempenho e o shape de Camila ainda eram motivo de frustração. “Eu não tinha energia e não via os resultados do esforço feito na musculação, apesar de fazer tudo certinho”, recorda. Insatisfeita, ela foi orientada por um instrutor da academia a procurar um nutricionista a fim de melhorar a alimentação, até então baseada em três refeições diárias com direito a porções generosas e pelo menos um copo de refrigerante ou suco de caixinha. E foi aí que o corpo começou a mudar. “Hoje a dieta da Camila é supernatural e, mesmo seguindo um cardápio que contém somente proteínas magras (ovo, peixe, carne branca e vermelha), arroz integral, legumes, frutas e verduras, é possível comer sem monotonia”, explica o nutricionista Rodolfo Peres, de São Paulo, que assina o cardápio dela.

E não pense que ela se joga nos suplementos para bombar os resultados: toma apenas whey protein para complementar a ingestão de proteínas nas refeições. “Só consegui aprender a fazer boas escolhas e comer na quantidade certa, a cada duas ou três horas, quando entendi a importância que a alimentação tem na vida e nos resultados que você deseja”, comemora ela.

Abaixo, você confere o cardápio seca-barriga de um dia da Camila Guper!

Café da manhã

1 omelete (feito com três ovos inteiros)
1/2 mamão papaia com 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça dourada

Lanche da manhã

1 maçã ou 1 pera
1 punhado (30 g) de oleaginosas sem sal (castanha de caju, castanha-do-pará, nozes e macadâmia)

Almoço

1 col. (de servir) de arroz integral
1/2 concha de leguminosas (feijão, grão-de-bico ou lentilha)
2 filés (150 g) de carne bovina magra
100 g de pelo menos três tipos de legumes e verduras temperados com limão e 1 fio de azeite de oliva extravirgem

Lanche da tarde

1 scoop (30 g) de whey protein
1 banana com 2 col. (sopa) de aveia em flocos

Jantar

2 filés (100 g) de peito de frango grelhado
2 fatias (80 g) de batata-doce cozida
1 pedaço médio (50 g) de mandioca cozida

Ceia

2 filés (150 g) de tilápia ou linguado grelhados
100 g de pelo menos três tipos de legumes e verduras temperados com limão e 1 fio de azeite de oliva extravirgem
1/2 abacate

Quer conferir mais sobre a rotina fitness de Camila Guper? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!