Pesquisas atestam que o chá-mate ajuda a emagrecer, reduz o colesterol e até combate o envelhecimento precoce. Não estava ligada nessa novidade? Tudo bem, a gente dá uma colher de chá e conta tuuudo o que você precisa sabe

Reportagem: Tatiana Moreno

Chá-mate

"O chá-mate é diurético e digestivo. Por isso, o melhor é
consumí-lo perto das refeições principais
Foto: Danilo Borges

O chá-mate, até então, tinha suas propriedades pouco exploradas. Estudos recentes o colocaram na mira dos nutricionistas, médicos e interessados na melhora da qualidade de vida após comprovarem que as folhas da erva-mate podem auxiliar no combate e prevenção de diversos problemas de saúde e, ainda por cima, dar aquele empurrãozinho que faltava para a sua dieta vingar.

 

Versátil e poderosa

No Brasil, o chá-mate é consumido de diversas formas. O chimarrão, aquela bebida tradicional do Sul do País, que é servida bem quente, quase
borbulhando, é feito com erva-mate. Já no Sudeste, a
moda é tomar um mate gelado, muitas vezes combinado
com uma fruta, para se refrescar nos dias de muito calor. Independentemente do toque especial que cada região dá na hora de preparar a bebida, as vantagens do consumo são inúmeras.

“Em primeiro lugar, o chá-mate fornece uma grande quantidade de vitaminas, dos tipos A, B1, B2, B6, C e E, além de proteínas e minerais como cálcio, potássio, fósforo, ferro e magnésio, importantes ao organismo”, conta Sabrina Longhi, nutricionista da Clínica de Especialidades Integrada (SP). Mas acredite, não é só isso. Há muito mais a conhecer (e apreciar) sobre essa erva.

Chá mate: mais disposição, menos quilos

A gente sabe que você está doida para saber mais sobre como esse chá-mate pode ajudá-la a pôr fim naqueles quilinhos extras, não é mesmo? O trunfo, nesse caso, é a cafeína, que tem propriedades conhecidas (e comprovadas!) contra o sobrepeso.

“Ela tem efeito estimulante para a atividade física e mental, ou seja, atua nos nervos e músculos diminuindo a sensação de cansaço. Além disso, auxilia na produção de substâncias responsáveis pela sensação de saciedade, o que leva a uma menor ingestão calórica”, aponta Cynthia Antonaccio, nutricionista da Equilibrium Consultoria (SP).

A lógica é simples: com menos impulso para atacar a geladeira e maior disposição para caprichar nos exercícios, a sua silhueta só tem a ganhar. Vale dizer ainda que a cafeína (sim, ainda ela!) possui ação lipolítica, o que significa um auxílio potente no processo de redução da gordura corporal. A substância promove a aceleração do metabolismo, fazendo que o nosso corpo queime calorias rapidamente. É ou não é uma parceira incrível, leitora? “As mais exigentes, que ainda não se convenceram das vantagens, vão gostar de saber que ela é rica em compostos fenólicos, que combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele e facilitadores de doenças degenerativas como o câncer”, completa Roseli Rossi, nutricionista funcional da Clínica Equilíbrio Nutricional (SP).

Pode admitir: com tantos benefícios fica difícil resistir à erva-mate. Afinal, quem é que não quer ficar mais bonita, magra e com a saúde em dia? E tudo isso, o que é melhor, ao alcance de alguns goles diários..