Pesquisas atestam que o chá-mate ajuda a emagrecer, reduz o colesterol e até combate o envelhecimento precoce. Não estava ligada nessa novidade? Tudo bem, a gente dá uma colher de chá e conta tuuudo o que você precisa sabe

Reportagem: Tatiana Moreno

Chá-mate

"O chá-mate é diurético e digestivo. Por isso, o melhor é
consumí-lo perto das refeições principais
Foto: Danilo Borges

Os tipos de chá-mate

Se você tem o costume de comprar chás em forma de sachê, saiba que essa não é a opção mais recomendada pelos especialistas. Apesar de parecerem mais práticos, o conteúdo deles não possui as mesmas quantidades de vitaminas e minerais que as folhas torradas, vendidas em casas de produtos naturais e farmácias. Roseli Rossi aposta sempre no consumo de produtos na forma mais natural possível: “O melhor é optar pela erva-mate seca (folhas). Os sachês industrializados não são uma alternativa muito interessante, pois sua composição varia conforme o fabricante”.

Os saquinhos prontos, comercializados em copos ou latinhas, também devem ser evitados. É que, apesar de carregarem os principais compostos da erva, essas versões contêm sacarose ou adoçante, além de conservantes químicos, o que não as torna tão saudáveis assim. E tem mais: para garantir a conservação do produto, a maioria das bebidas prontas apresenta uma quantidade elevada de sódio, substância que, quando ingerida em excesso, pode causar retenção de líquidos e aumento da pressão arterial. Uma boa opção seria a erva-mate em formato de cápsulas. Ainda não há previsão para a novidade chegar ao mercado, mas os especialistas acreditam que – especialmente devido à possibilidade de uso para tratamento do colesterol elevado – isso não deve demorar a acontecer. Vamos torcer!

Todo mundo pode beber chá-mate?

Apesar de natural, o consumo do chá-mate pede cautela em alguns casos. “As pessoas mais agitadas devem evitar o consumo após as 18 horas. Isso porque o mate tem cafeína, substância que pode causar ou agravar casos de insônia”, alerta Liliane Oppermann, médica nutróloga e especialista em prática ortomolecular (SP). Também por conta das propriedades estimulantes da cafeína, a erva-mate é contraindicada para pessoas que sofrem de hipertensão ou disfunções neurológicas.

Realização: Tomaz Souza Pinto / Produção de moda: Fernanda Kazalla / Assistente de produção: Tiago Donato / Cabelo e make: Robson Almeida / Modelo: Alessandra Theo (L'Equipe) / Ela usa: brincos Acessórios Modernos/ Agradecimentos à Kirk's Presentes / Produção: Janaína Cabral (chá)/ Produtos: Tal Chá/ Tratamento de imagens: Jujuba Digital (abre)