Cansaço e falta de tempo podem ser verdadeiras armadilhas quando o assunto é alimentação saudável. Saiba 4 situações em que o trabalho pode acabar com sua dedicação na dieta!

Texto Victoria Bassi | Adaptação Ana Paula Ferreira

Cansaço e falta de tempo podem atrapalhar sua dieta

Foto Shutterstock

Cansaço e falta de tempo podem ser verdadeiras armadilhas quando o assunto é alimentação saudável. Sabrina Theil, nutricionista na Clínica Juliana Neiva, no Rio de Janeiro, explica o porquê o trabalho pode sabotar sua dieta. Confira e fique atenta!

1. O almoço fica para depois 

Apelar para o fast food poupa tempo, mas não calorias, favorecendo o acúmulo de gordura. A dica de Sabrina para quando a agenda estiver apertada é, pelo menos, fazer um sanduíche caprichado: pão integral com pasta de atum ou frango, acompanhado de salada (alface, tomate, cenoura e beterraba raladas). Mas atenção: “Não faça disso um hábito, pois substituir frequentemente o almoço por um lanche aumenta a vontade de comer alimentos ricos em carboidratos ao longo do dia, o que pode resultar em ganho de peso.”

2. Você come suas emoções 

Basta uma preocupação e a gente acaba descontando na comida, não é? Como o ambiente de trabalho é repleto de situações tensas, é natural que ali more o perigo. “O estresse eleva o cortisol no sangue, o que dispara a vontade de comer, principalmente doces e outras fontes de carboidrato”, explica a nutricionista. Evite episódios de compulsão comendo em intervalos regulares e optando por frutas e outros snacks saudáveis, como um punhado de nozes e castanhas ou um iogurte com granola e sementes.

3. O erro está no self service 

No restaurante a quilo, estude as opções antes de começar a se servir - se não, é fácil acabarlotando o prato de vilões, como salgados fritos e tortas gordurosas. Preencha uma metade do prato com verduras e legumes e, a outra, divida em duas partes: uma para a proteína (uma carne, de preferência magra), outra para o carboidrato (arroz, macarrão, grãos integrais). Evite beber durante a refeição (atrapalha a digestão e deixa a sensação de estufamento), mas abuse de água, sucos naturais, água de coco e chás ao longo do dia.

4. O happy hour é o vilão 

Tomar um drinque de vez em quando não é um problema. Os acompanhamentos da bebida, sim. Afinal, a maioria dos petiscos costuma ser nada nutritivo. Sabrina explica que o excesso de álcool desidrata o organismo e a perda de nutrientes com os líquidos pode aumentar a fome. Daí, o risco de cair de boca em frituras e pãezinhos aumenta. A menos que você dispense a batata frita e o provolone à milanesa e fique com uma porção de queijo magro ou carpaccio, por exemplo. E intercale a bebida alcoólica com água.

Quer tirar mais dúvidas sobre alimentação? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!