Conheça os benefícios do azeite e inclua moderadamente a opção no seu prato

Reportagem: Caroline Sarmento

azeite-na-alinmentação

Azeite faz bem para océrebro, coração, pele e ossos
Foto: Shutterstock

O azeite de oliva tem propriedades e vitaminas que podem prevenir doenças e melhorar a pele. Entretanto, nada de exagerar no consumo: o azeite é bem calórico (cerca de 90 calorias por colher de sopa).

De acordo com o com Fábio Bicalho, nutricionista clínico e funcional (RJ), o ideal é consumir aproximadamente 30 g de azeite por dia. "É indicado inserir no prato uma colher de sobremesa de azeite no almoço e outra colher no jantar", aponta Bicalho.

O azeite de oliva tem diferentes níveis de acidez e quanto menor for o índice, melhor é para a saúde. Por isso o mais indicado é o extravirgem. Nesta opção, o azeite contém diferentes vitaminas (A, D, K e E) e é até capaz de prevenir o câncer.

Confira mais benefícios do azeite para a saúde e corpo:

1 - Ação antioxidante

O azeite de oliva tem ação antioxidante por conter vitaminas poderosas que dão uma força para manter a pele longe das rugas. Os antioxidante contidos no azeite são tão fortes que as árvores oliveiras são capazes de regenerar e autoproteger seus galhos e frutos. Além disso, a opção também tem propriedades anti-inflamatórias e é indicado como um hidratante facial para quem tem a pele seca. A dica também é válida para quem tem os lábios rachados.

2 - Protege o coração e cérebro

O azeite consegue reduzir a formação de placas ateromatosas (compostas por lipídeos e tecido fibroso), que são responsáveis por entupir os vasos sanguíneos e artérias. A opção também é rica em vitamina E, protegendo de câncer e doenças cardíacas, como o infarto. Além disso, já foi comprovado pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, na França, que a opção também ajuda a prevenir derrames.

3 - Fortalece as unhas

As vitaminas contidas no azeite ajudam a hidratar e fortalecer as unhas. A dica vale para quem tem unhas escamadas, manchadas, quebradiças, ou para quem vive trocando de esmaltes (que também pode enfraquecer as unhas).  Com um algodão, aplique o azeite nas unhas depois da limpeza, hidratação e antes de aplicar o esmalte, assim as unhas ficarão fortes e hidratadas para receber o cosmético.

 

4 - Reduz o mau colesterol

O azeite é um dos principais alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas , que ajudam a conter o mau colesterol (LDL - Lipoproteína de Baixa Densidade). O consumo em excesso não é recomendado, mas se ingerido moderadamente é capaz até de reduzir as taxas do colesterol ruim e aumentar as taxas do colesterol bom.

5 – Efeito analgésico

De acordo com a pesquisa realizada no instituto científico Monell Chemical Senses Centre, da Filadélfia, o azeite pode substituir os analgésico: 50 g de azeite equivale a um décimo de uma dose de analgésico ibubrofeno, tornando esse óleo um anti-inflamatório. 

6 - Hidrata os cabelos

Por ser um hidratante natural, o azeite pode ser usado como uma opção para dar mais vida aos cabelos. O truque é ideal para quem vive com os cabelos no cloro da piscina, ou pegou um dia de sol forte na praia e mar. Aplique o produto em temperatura morna nos cabelos e envolva os fios com uma toalha aquecida ou toca térmica. Deixe agir por 15 minutos e lave os cabelos normalmente. Pode apostar na aplicação mensalmente.

7 - Protege contra a osteoporose

Já deu para perceber que o azeite é um alimento completo: faz bem para o coração, cérebro, cabelos, unhas e pele. E o que faltou? Os ossos! De acordo com estudos realizados na Universidade de Córdoba, na Espanha, o azeite contém uma substância chamada oleuropeína, anti-inflamatório que tem os mesmos efeitos do cálcio no organismo. Ou seja, consumir moderadamente ajuda a prevenir a osteoporose. Aproveite enquanto é tempo e regue já seu prato com azeite!