Os flavonoides – substâncias encontradas no cacau com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias – estimulam a velocidade com a qual o cérebro processa informações. Saiba mais sobre o estudo!

Por Caroline Randmer | Foto Shutterstock | Adaptação web Ana Paula Ferreira



Boa notícia para as chocólatras de plantão: pesquisadores da Universidade de L’Aquila, na Itália, descobriram que a delícia é capaz de melhorar a atenção e a memória, em especial entre as mulheres. Isso graças aos flavonoides, uma substância encontrada no cacau com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que estimulam a velocidade com a qual o cérebro processa informações. 

“Esse mesmo composto ainda protege o coração e controla os níveis de colesterol”, conta Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP). Então entre na onda da ciência e coma chocolate sem culpa! Na hora de degustar – preferencialmente pela manhã –, opte por uma barrinha pequena da versão amarga.

Quer conferir mais sobre nutrição? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!