Seu problema é a falta e não o excesso de peso? Confira as dicas para conquistar o peso ideal com uma dieta de engorda adequada


Reportagem: Caroline Sarmento

dieta

Existem maneiras de ganhar peso sem prejudicar a saúde
Foto: Ella Dürst

Andando na contramão da multidão que batalha para perder calorias, algumas mulheres precisam ganhar quilinhos extras. E assim como emagrecer, engordar não é uma tarefa fácil.

“Na dieta para ganhar peso, não se faz nenhuma restrição de alimentos, pois o objetivo é o fornecimento de calorias e proteínas. Apenas frituras, ou alimentos gordurosos devem ser evitados, pois o consumo exagerado desses produtos altera a composição do sangue, contribuindo para problemas cardiovasculares, entre outras doenças”, explica Fabricia de Paula, nutricionista (SP).

A dificuldade de ganhar peso é decorrente do alto gasto de calorias. “As pessoas, principalmente quem tem o metabolismo ‘acelerado’, sentem mais dificuldade de ganhar peso, pois perdem mais calorias durante as atividades do dia a dia (trabalho, estudo, exercícios físicos, etc.), do que absorvem”, explica a nutricionista. A herança genética também influencia no estado físico e na dificuldade em ganhar peso.

Uma maneira saudável de ganhar peso é por meio da prática de exercícios físicos que contribuam para o ganho de massa muscular como a musculação, boxe, muay thai, entre outras atividades. Outra é investir na dieta. Aposte em proteínas, carboidratos , vitaminas, fibras e todos os nutrientes, sempre com o acompanhamento de um médico para que não ultrapasse os limites do processo de engordar.

Cuidados para engordar:

Se você faz parte do time de mulheres que lutam pelo corpo perfeito, fique atenta aos excessos. “O consumo de doces, refrigerantes, fast-foods, salgadinhos, pizza, etc, com o objetivo de engordar podem levar a risco de desenvolver doenças como diabetes, hipertensão, alteração do colesterol ruim e triglicerídes, doenças renais ou hepáticas (fígado) e a obesidade”, alerta a especialista.

Determinados cânceres, insuficiência cardíaca, bronquites crônicas e estresse podem influenciar também na perda de apetite e peso. “O hipertireoidismo, produção excessiva de hormônios da tireoide, também pode dificultar o ganho de peso. Em alguns casos, o metabolismo acelera, fazendo com que a pessoa perca peso e tenha dificuldade em recuperá-lo”, completa a nutricionista. O tratamento para o mal é à base de hormônios.

Quando procurar um médico?

Quando estiver insatisfeita com o peso corporal e sentir que está abaixo do peso que deveria, é hora de buscar uma ajuda médica.

Fabricia também alerta que estar abaixo peso é estar vulneral a gripes, resfriados, infecções e processos inflamatórios. Por isso, fique esperta: “O peso só é considerado inadequado, quando a relação entre peso e altura estiver abaixo do 18,5 kg/m2, avaliada pelo cálculo de IMC (Índice de Massa Corporal = peso / altura x altura)”, explica a especialista.