O calor é a estação perfeita para a intoxicação alimentar aparecer. Saiba como se proteger e confira quais são os 10 itens que mais causam este problema

Texto Ivonete Lucirio | Foto Getty Images | Adaptação web Ana Paula Ferreira



Com a correria é comum que as refeições sejam feitas em restaurantes, barraquinhas e ambulantes. Ok, não tem muita saída, mas é preciso atenção redobrada, já que o calor é a estação perfeita para a intoxicação alimentar aparecer. Para se proteger, é preciso muito cuidado com o que se come e com a conservação dos alimentos, mesmo em casa, onde também ocorre boa parte dos casos.

Os micro-organismos que mais causam esse tipo de problema são a Campylobacter, comum na carne das aves, a Salmonella, que habita, principalmente, as carnes e o leite, e a E. coli, que vive na carne e na água. “Os principais sintomas são diarreia, vômito, enjoo e, eventualmente, cólicas abdominais”, explica Mário Kondo, gastroenterologista, de São Paulo (SP). Tanto os micróbios quanto as toxinas entram no corpo pela boca, com o alimento,  e se alojam no intestino. Por isso, os primeiros incômodos estão relacionados a essa região do corpo.

Os 10 mais

Um levantamento realizado em 2009 pelo Centro para Ciência no Interesse Público, nos Estados Unidos, listou os dez alimentos que mais causaram surtos de intoxicação naquele país. Por aqui, garantem os especialistas da área de saúde, o quadro não é muito diferente. Por isso, tome cuidado com eles!

1. Folhas verdes
2. Ovos e subprodutos, como maionese
3. Atum
4. Ostras e outros frutos do mar
5. Batatas
6. Queijo
7. Sorvete
8. Tomates
9. Couve-de-bruxelas
10. Frutas vermelhas

Quer saber mais sobre saúde e alimentação? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui