Não é de hoje que o HIIT se tornou o queridinho dos apaixonados por treino. E não faltam motivos para isso! Recentemente, uma pesquisa comprovou que o aumento metabólico em repouso permaneceu elevado de 12 até 48 horas com esse tipo de treinamento! Saiba mais sobre os benefícios da modalidade!

Por Karine César | Foto Getty Images| Adaptação web Ana Paula Ferreira



Quando os estudos analisam o emagrecimento com o HIIT, os resultados são sempre iguais ou maiores do que os dos treinos mais longos. Mas a sua principal vantagem é a melhor eficácia com menos tempo de treinamento — que não costuma passar dos 20 minutos.  As adaptações positivas no pós-treino também são diferentes, outro ponto positivo para a sessão de alta intensidade que tende a queimar mais calorias depois da sessão, período chamado de EPOC (que significa excesso de consumo de oxigênio pós-exercício).

 Um recente estudo publicado no jornal científico americano Journal of Sports Science & Medicine mostrou que o aumento metabólico em repouso permaneceu elevado de 12 até 48 horas com esse tipo de treinamento. Além disso, com a degradação e a redução da gordura corporal, há uma melhora na definição muscular. “Estudos também mostram a preservação da massa magra, enquanto os exercícios aeróbicos podem gerar alguma perda”, acrescenta Altino Andrade, professor da Just Fit Academia, de São Paulo (SP).

Vantagens do HIIT

- Promove melhora na função cardíaca e na pressão arterial 
- Maior capacidade de tolerância ao exercício 
- Favorece a captação de glicose pelo músculo
- Aumenta a quantidade de mitocôndrias (local em que ocorre a oxidação de gordura)
- Melhora a condição aeróbica (eleva a capacidade de absorção de oxigênio)
- Acelera o metabolismo de repouso Reduz a adiposidade corporal

*Fonte: American College of Sports Medicine, 2014.

Quer conferir mais treinos para secar e definir o corpo? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!