Uma rotina de treinos pesada e muito Ballet Fitness esculpiram as curvas da modelo e apresentadora. A seguir, ela conta seus segredos

Texto Amanda Nicácio | Edição Helô Oliveira

Karina Bacchi conta segredos para curvas definidas

Karina Bacchi conta segredos para curvas definidas

Foto: Fausto Roim

Quem vê o corpo superdefinido e sequinho da musa fitness Karina Bacchi jamais imagina que ela começou a treinar de verdade apenas no ano passado. “Já havia começado e parado de malhar várias vezes, mas, ao perceber que meu metabolismo já não era mais o mesmo, decidi pegar firme na academia”, lembra.

A rotina da loira é pesada: uma hora e 15 minutos de musculação cinco vezes por semana e uma hora de ballet fitness duas vezes por semana. “Quando não consigo ir à academia, malho em casa ou na casa dos meus pais. Se saio da cidade para algum trabalho, levo sempre faixas elásticas comigo. Não posso parar nunca, senão perco o pique”, afirma.

Há quatro meses, Karina conheceu o Ballet Fitness, metodologia desenvolvida pela bailarina e professora Betina Dantas, e começou a fazer aulas na Bodytech (SP), onde foram realizadas as fotos desta matéria. “O ballet fitness é diferente de tudo o que eu fazia. É uma aula coletiva que une meu gosto pela dança, já antigo, com outra maneira de trabalhar a musculatura”, analisa. Sua professora, Carol Paula Lima, é só elogios. “Além de ter uma ótima consciência corporal, Karina é muito determinada e animada”, garante. E olha que os exercícios não são fáceis, não! “O treino ajuda na definição muscular com exercícios específicos de balé, estruturados para que a musculatura fique longilínea e elegante, como a de uma bailarina”, explica Betina Dantas.

Karina se define como “superdisciplinada” na alimentação e revela que muda a dieta a cada três meses. Segundo sua nutricionista, Stella Jacob, do Espaço Volpi (SP), o menu varia de acordo com o objetivo da modelo. “Eu analiso o que ela quer mudar no corpo e altero o cardápio para que consiga obter os resultados sem enjoar dos alimentos”, diz Stella. Arroz integral, quinoa, batata-doce, frango, ovo e carboidratos nunca faltam no seu prato – mas, como ninguém é de ferro, ela também tem direito a um day off. “Uma vez por semana tiro um dia para comer pães e doces”, conta.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 319