Boxe emagrece? Afina a cintura? Convocamos um expert para tirar as principais dúvidas relacionadas ao esporte, leia tudo e se jogue!

Texto Ana Araujo

Boxe emagrece? Tire essas e outras dúvidas

Boxe emagrece, melhora a resistência cardiovascular e manda o estresse passear!

Foto: 123rf

O boxe está no rol de esportes mais completos graças às maravilhas que faz pelas curvas, saúde e mente – ele modela o corpo, ajuda a ganhar massa muscular, trinca o abdômen e, sim, boxe emagrece! Não é por um acaso que a modalidade caiu nas graças de famosas como Sabrina Sato, Marina Ruy Barbosa e Grazi Massafera. Se você quer se jogar, mas ainda tem muitas dúvidas, convocamos Nilton Freitas, professor de boxe da Team Nogueira Goiânia e irmão do campeão Popó Freitas, para ajudá-la. Confira!

Boxe emagrece?

Sim! Uma aula pode gastar até 1000 calorias graças à sua intensidade, que queima as gordurinhas (inclusive aquela do braço, que insiste em ficar lá) e elimina peso. Portanto, se esse for seu objetivo, pode apostar na luta sem medo!

Quais músculos o boxe trabalha?

O corpo inteiro entra em cena para desferir os golpes (e se defender deles). “Junto à natação, o boxe é um dos esportes mais completos porque trabalha intensamente e de maneira constante pernas, braços e CORE”, afirma Nilton.

É verdade que boxe ajuda a afinar a cintura?

Sim. Para fazer o movimento de soco é preciso muita rotação de tronco, o que ativa o abdômen inteiro. Isso não apenas define os músculos como também ajuda a queimar gordurinhas localizadas. O resultado: barriga trincada!

Posso aliviar o estresse lutando boxe?

Pode e deve. Nada como, depois de um dia inteiro sob pressão, descontar tudo no saco de pancadas e sentir-se renovada. “Tenho muitos alunos que chegaram por indicação de psicólogo ou psiquiatra para que a luta funcione como uma forma de aliviar o estresse”, conta o professor de boxe.

Quais são as contraindicações da prática de boxe?

Dada a intensidade do treino, é melhor não encarar o saco de pancadas se tiver histórico de lesões, como problemas no joelho e pulsos. “O professor precisa pedir todos os exames de rotina para quem quer começar uma atividade física, como o eletrocardiograma, para avaliar se há algo de errado”, salienta Nilton.

Quais roupas e acessórios são necessários para a prática?

Coloque na gym bag um bom tênis para absorver impacto ou uma sapatilha própria para o esporte (usada apenas quando o treino não tem corrida), bandagem para as mãos e uma luva de 14 oz (onças). No look, basta uma roupa de ginástica comum. (Veja algumas opções de roupas e acessórios para boxe aqui)

Como escolher a melhor luva de boxe?

Procure uma luva acolchoada e que, quando pressionada com a mão fechada em posição de soco, você não sinta os ossos dos quatro dedos. “Se encostar nos dedos, o acessório não é bom porque isso indica que ele não aguentará o impacto dos golpes e você acabará machucando a mão”, ensina. Se puder, leve seu professor consigo para garantir uma boa compra.

Como saber se um professor de boxe é bom e qualificado?

Nem todo educador físico pode dar aulas dessa luta, pois é preciso um curso de especialização para lecionar – só assim ele conhecerá as particularidades do esporte o suficiente para ensinar sem riscos de lesão. Fuja também daqueles que são apenas lutadores, mas não são habilitados pelo Conselho Federal de Educação Física.