Aqueles urros que você houve durante uma partida de tênis ou na academia, de fato, ajudam a melhorar o desempenho. Saiba como tirar proveito disso

Texto Vand Vieira | Edição Helô Oliveira | Adaptação Ana Araujo

Gritos na academia melhoram o desempenho

Está liberado urrar na academia (e melhorar o desempenho)!

Foto: Shutterstock

Você sabia que os urros que escuta enquanto assiste a uma partida de tênis ou os gritos de incentivo que ouve na academia podem ser de grande ajuda para obter melhores resultados? “Palavras motivacionais estimulam nosso psicológico e, consequentemente, contribuem para o bom rendimento. A força do pensamento positivo age como uma fonte extra de energia”, explica o psicólogo e coach desportivo João Alexandre Borba, do Rio de Janeiro. Entenda como cada expressão pode fazer você render mais na academia:

URGH

A exclamação número 1 dos tenistas consiste em uma expiração forçada contra a glote fechada, que aumenta a pressão intra-abdominal. “Essa pressão possibilita a utilização total da força”, afirma Guilherme Moscardi, coordenador de treinamento da Runner (SP).

KIAI!

Muito utilizada pelos adeptos das artes marciais, a técnica aciona o CORE, responsável pelo equilíbrio e pela adequação postural do tronco durante a execução de movimentos. Resultado? Mais potência e firmeza nos golpes.

UFF

Expire enquanto estiver contraindo os músculos para evitar a tensão muscular e combater lesões.

VAAI!

“Ser torcedora de si mesma durante os treinos é um truque poderoso para manter a mente estimulada e deixar a energia lá em cima”, diz Guilherme.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 323