Espante a preguiça ao apostar em exercícios ideais para praticar o Inverno e confira dicas de especialistas para não desistir da rotina de treinos

Por Nathália Henrique

Melhores exercícios para praticar no Inverno

Foto: Shutterstock

É comum que a disposição para se exercitar diminua e os quilinhos extras apareçam durante os dias de baixa temperatura. No frio fazemos menos atividades ao ar livre, além de consumir alimentos mais calóricos, diminuindo o consumo de frutas e saladas. Para não desanimar e driblar esse obstáculo, Larissa Kussano, professora da Bio Ritmo, indica exercícios que ajudam a combater uma grande inimiga: a preguiça. “Correr, pedalar, praticar aulas de ginástica e treinos funcionais são excelentes opções. É importante ressaltar que os exercícios em grupo podem ser muito positivos, dessa forma, você tem alguém para te motivar e ser motivado”, explica a especialista.

Segundo ela, o organismo muda o seu funcionamento no frio, gerando uma fome excessiva, o que faz com que os exercícios físicos se tornem ainda mais importantes na rotina. “A necessidade de manter a temperatura do corpo nos níveis normais faz com que a atividade metabólica e o gasto calórico corporal aumentem. Porém, essas alterações também são responsáveis por nos estimular a comer mais no inverno. Portanto, é muito importante não desistir dos treinos, mesmo quando as temperaturas caem”, comenta Larissa.

A professora Natalia Bruzzone, da Smart Fit, revela que a indisposição nessa época do ano acontece por que nosso corpo entende que no frio precisamos gastar menos energia e armazenar mais substratos energéticos, como gordura, para ficarmos aquecidos. Ela indica o treino HIIT para realizar no Inverno, pois é um método de treinamento que pode ser realizado em curto tempo e de alta intensidade. “Este treino pode ser realizado durante três vezes na semana em dias alternados”, diz. 


Confira 4 dicas para se exercitar no Inverno:

Mude seu horário

Se você costuma frequentar a academia muito cedo pela manhã ou tarde da noite, tente treinar na hora do almoço. “É quando a temperatura está mais amena. Além disso, exercitar-se nesse horário dá uma recarregada na bateria e a parte da tarde será bem mais prazerosa e produtiva”, comenta Larissa Kussano.

Direto para a academia

Passar em casa depois do trabalho ou faculdade antes de encarar a malhação não funciona. Prepare a mochila na noite anterior e deixe no carro. Essa atitude pode facilitar na hora de você pensar duas vezes em ir à academia. Desligue o modo “soneca” do despertador

Saia da cama já!

O despertador tocou, pule da cama e não enrole. Assim, você tem menos chances de sabotar o treino da manhã, caso esse seja o seu único horário disponível. 

Aposte na roupa certa

Quando você pratica uma atividade física a sua imunidade melhora, diminuindo muito as chances de contrair gripes e resfriados típicos da estação. Isso também acontece por conta do metabolismo mais regulado. Aposte também em roupas adequadas para evitar friagem no caminho até a academia. Lembre-se que manter-se aquecido é importante, o que não significa usar roupas pesadas.