Entenda como a eletroestimulação associada aos exercícios pode dar um up na sua malhação, acelerar a queima calórica e diminuir bastante o risco de lesão

Por Gabriel Bentley | Adaptação Ana Paula Ferreira

Os choquinhos da eletroestimulação turbinam as sessões de musculação, funcional

e até pilates / Foto Shutterstock

Se você tem mais de 30 anos, deve se lembrar da febre da ginástica passiva, que prometia músculos firmes e corpo torneado sem sair de casa ou, melhor, sem sair do lugar. Como mostrava o anúncio na televisão, era só fixar alguns eletrodos (ou uma cinta equipada com eles) em locais estratégicos do corpo, apertar o botão e pronto: a máquina fazia o trabalho que você não queria fazer na academia. A promessa, claro, era exagerada. Mas o princípio da eletroestimulação funciona e vem sendo cada vez mais utilizado no universo fitness

Sessões de musculação, funcional e até pilates turbinadas pelos choquinhos (o método também é conhecido como corrente russa) são uma proposta capaz de reduzir o tempo de treino e entregar ótimos resultados para a tonificação dos músculos, a queima calórica, a redução de medidas e até o combate à celulite. “Os pulsos elétricos geram contrações musculares de baixa frequência, capazes de atingir fibras musculares mais profundas, difíceis de serem trabalhadas nos treinos convencionais”, explica Waldyr Maciel, personal trainer da academia boutique Les Cinq Gym, em São Paulo.

Na Les Cinq, um novo programa, batizado de QBody, prevê sessões de treino de apenas 20 minutos vestindo uma espécie de macacão equipado com eletrodos enquanto você realiza os movimentos comuns do seu treino – de funcional, musculação e até de dança. A “mágica” conquistou anônimas e famosas, como a atriz Claudia Raia, que está no ar como a Salete da novela das nove da Globo, A Lei do Amor, e gosta de associar o QBody à rotina de musculação e balé. “Treino há 35 anos, mas há pouco tempo com eletroestimulação. Você fica dolorida no dia seguinte, mas o resultado é maravilhoso”, comemora. 

Esclarecemos mais algumas dúvidas sobre o método quando aplicado à malhação – confira.

1. Dá para trabalhar partes específicas do corpo?

Sim. Aplicando os eletrodos em pontos do abdômen ou da coxa, por exemplo, você intensifica o recrutamento dessas musculaturas. Também é possível desenvolver aptidões em particular – estudos da German Sport University Cologne, na Alemanha, revelaram que os tratamentos aliados à eletroestimulação muscular (EMS) podem aumentar os níveis de força e a velocidade, o que faz do método uma boa alternativa para corredores melhorarem o rendimento, por exemplo. Utilizar um umidificador de ambiente também é uma boa.

2. Posso fazer todo dia?

A recomendação é apostar na eletroestimulação duas vezes por semana e, nos outros dias, seguir com os treinos convencionais – se o corpo fica dependente da estimulação externa, tende a ficar “preguiçoso” e, com o tempo, demorar mais para obter os benefícios. Também não é bom levar os choques no mesmo dia em que for fazer outro treino intenso, ainda que de modalidade diferente, para não acelerar a fadiga.

3. Existe contraindicação?

Grávidas, pessoas com problemas cardíacos e portadores de marca-passo não podem usar.

4. Os choques dispensam as cargas no treino?

Os estímulos elétricos intensificam o recrutamento dos músculos, dispensando, sim, o uso de pesos. Um bônus: com isso, o risco de lesão diminui, já que o impacto nas articulações é menor.

5. Em quanto tempo verei resultados?

No caso do QBody, após um mês (duas aulas de 20 minutos por semana) já é possível perceber mudanças na composição corporal e tônus muscular. A esteticista Sueli Szterling, do Espaço Kurma, em São Paulo, comenta que a celulite também tende a ir embora nesse prazo. “Os pulsos elétricos ajudam a eliminar toxinas acumuladas sob a pele, que causam inflamação e resultam nos furinhos”, fala. Os músculos mais tonificados também melhoram a aparência da pele, contribuindo para amenizar o aspecto de casca de laranja.

Quer conferir mais tendências fitness? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!