De acordo com profissional, a atividade é importante para fortalecer a musculatura desta região. Saiba mais

Por Diana Cortez | Adaptação Ana Paula Ferreira

 Musculação é indicada porque trabalha força e alongamento

Foto Shutterstock

Que fique claro: desvios posturais, como escoliose e hiperlordose, não são desculpas para não malhar. Segundo o ortopedista Fabio Leme, da COTESP Medicina Esportiva, em São Paulo, a atividade física é imprescindível para fortalecer a musculatura das costas e prevenir dores decorrentes das alterações na curvatura da coluna. “Pilates, modalidades aquáticas (hidro e natação) e musculação são as aulas mais indicadas porque trabalham força e alongamento”, diz Fabio. No entanto, não se deve abusar das cargas.  “Se o objetivo também for hipertrofia, é preciso fortalecer o core, musculatura que atua como estabilizadora do tronco, para,  assim, evitar lesões”, explica o médico.  

Ele acrescenta que os exercícios só são desaconselhados em períodos de dor e em casos de trauma. “Aí, deve-se consultar um ortopedista capaz de orientar quando retornar às atividades”, aconselha.

Quer saber mais sobre saúde e treino? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!