A temporada de verão é perfeita para quem ama correr, já que é possível praticar a atividade indoor, na esteira, e outdoor, na areia. Descubra qual opção é melhor para o corpo!

Por Marjorie Zoppei | Edição Karine César | Foto Priscila Prade | Adaptação web Ana Paula Ferreira



Correr é um dos melhores exercícios para melhorar o sistema cardiovascular, perder peso, combater oestresse, prevenir o diabetes e a hipertensão. “O risco de infarto, AVC e câncer também diminui consideravelmente”, diz Ronaldo Martinelli, coordenador do Bio Running da rede de academias Bio Ritmo, de São Paulo (SP).

Tanto faz se for uma corrida na rua, na esteira ou na areia, é preciso usar um calçado adequado para evitar lesões na planta dos pés e nos joelhos. Exercite-se em areia fofa somente se seu preparo físico for alto. “Esse tipo de terreno pode causar torções nos joelhos e nos tornozelos. Em contrapartida, pode significar um ótimo trabalho de fortalecimento nas articulações se já for acostumada com as irregularidades dos diferentes tipos de piso”, conclui Martinelli.

Comparativos

- Gasto energético → Areia

Esse tipo de terreno intensifica o exercício, pois trabalha com a frequência cardíaca mais elevada. Em média, uma hora de corrida pode significar uma perda de 800 calorias. Na esteira chega a 620.

- Maior tonificação muscular → Areia

Os grupos musculares dos membros inferiores, como panturrilhas, quadríceps e bíceps femoral, são mais solicitados na praia.

- Mais habilidade → Areia

A areia oferece variação de terrenos durante a corrida. Além disso, existe a resistência do vento.

Quer conferir mais sobre fitness? Então, corra para as bancas ou garanta a sua aqui!