Será que alongar depois do exercício é bom? Mostramos o que fazer e não fazer para evitar lesões no esporte, confira e fuja delas!

Texto Ana Araujo | Adaptação Ana Araujo

Dicas para evitar lesões no esporte

Não exagerar na carga e fazer um check-up são dicas para evitar lesões no esporte

Foto: Shutterstock

Às vezes, elas são inevitáveis, mas é possível tomar algumas medidas para prevenir lesões no esporte. Veja aqui algumas.

1. Faça um check-up

Pode parecer óbvio, mas muita gente (mesmo!) pula essa fase. Dê uma passada no ortopedista, para ver possíveis problemas articulares, e no cardiologista, que apontará a quantas anda seu condicionamento físico. Com os exames em mãos, cabe ao educador físico prescrever um programa que atenda às suas necessidades sem forçar o corpo.

2. Nunca pule o aquecimento

Ele introduz o corpo à atividade física aos poucos. “Muitas de nós passamos o dia sentadas, então não podemos simplesmente subir na esteira e sair correndo ou usar uma máquina de musculação com carga alta. É como se fôssemos um carro que ligamos e esperamos um pouco antes de sair por aí”, ilustra a educadora física Natalia Bruzzone, da academia Smart Fit, de São Paulo.

3. Não faça alongamento power pós-treino

Depois de se exercitar, os músculos estão superaquecidos e você vai lá e os estiiica com tudo. Péssima ideia. Se o intuito for ganhar fl exibilidade, insira essa atividade paralelamente às demais e deixe para o término do esforço apenas uma sessão levinha.

4. Observe seu corpo durante o movimento

Consciência corporal é a palavra-chave. Tente perceber se as costas estão retas, as passadas, corretas, se existe algum desconforto, se o aparelho da musculação está bem ajustado... Enfim, concentre-se para entender o que está acontecendo. Uma boa dica é apostar nos aparelhos que, por guiarem o movimento e estabilizarem o corpo, oferecem menor risco de lesão. Em caso de dúvida, não hesite em chamar o instrutor!

5. Não exagere na carga

Veja se cada parte do movimento está correta antes de colocar mais uma anilha, afinal, mais vale um exercício com pouco peso, contudo bem executado, do que bancar a Mulher Maravilha e ganhar uma lesão, não é mesmo? “A carga certa é aquela que permite chegar ao final da série como se ainda desse para encarar mais algumas repetições”, ensina.

>> Estou exagerando no peso dos aparelhos da musculação? Personal responde

6. Converse com seu instrutor

Pense nele como aquela melhor amiga que você conta tuuudo – mas, no caso, coisas relacionadas ao treino. Qualquer sinal de dor ou desconforto durante ou depois do exercício deve ser comunicado, assim como dificuldades na execução. Vale também tirar dúvidas sobre aquela informação que você ouviu por aí, mas quer saber mais a respeito.

7. Descanse

Isso é parte fundamental da estratégia usada para deixar suas curvas do jeitinho que você quer. Então, se o professor pediu um dia de pausa, obedeça, pois não levar a recomendação a sério pode machucar e até mesmo comprometer os resultados.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 329

Assine já a CORPO e garanta 6 meses grátis de outro título