Neste momento tão especial e delicado, as futuras mamães devem apostar em atividades pensadas para necessidades e limitações de cada fase da gestação

Texto Diana Cortez | Adaptação Ana Paula Ferreira

No 3º trimestre a gestante tende adiminuir a intensidade de

atividade física em função do aumento de peso

Foto Shutterstock

A notícia de que vem bebê por aí deve ser o início de uma rotina de treinos pensada para necessidades e limitações de cada fase da gestação. A personal trainer especializada em exercícios na gravidez e mestre em fisiologia Gabriela Cangussú, criadora do programa Mamãe Sarada, indica as melhores atividades para cada fase da gestação:

1º trimestre

A mulher que já treina deve seguir a rotina de exercícios habituais desde que tenha liberação médica. A regra aqui é reduzir a intensidade. “Isso porque as alterações hormonais podem causar mal estar, náusea e vômito, além de sonolência e indisposição”, alerta Gabriela. Quem estava sedentária deve aguardar o segundo semestre para começar a se exercitar.

O que fazer: aeróbico com menor intensidade, frequência e duração, além de alongamento e musculação com supervisão cuidadosa. Jamais prenda a respiração durante o treino de força, o que pode prejudicar a oxigenação do organismo e a entrega de nutrientes para o feto.

2º trimestre

É a melhor fase para malhar porque os enjoos tendem a ser menores e a disposição, maior. 

O que fazer: exercícios aeróbicos e de fortalecimento continuam indicados. Gabriela orienta a não ficar com a barriga para cima por tempo prolongado a partir da 20ª semana para evitar a síndrome da hipotensão supina (redução da pressão). E também alerta sobre alongamentos extremos. “A partir da décima semana ocorre o pico do hormônio relaxina circulante no organismo, o que deixa articulações e ligamentos mais flexíveis, aumentando o risco de lesão”, diz a treinadora.

3º trimestre

Nessa fase, a gestante tende a diminuir a intensidade de atividade física em função do aumento de peso. Mas a prática de exercícios leves deve continuar.

O que fazer: aeróbico na água, como natação e hidro, alongamento e caminhada para manter a capacidadeaeróbica e e aliviar a ansiedade e os desconfortos por causa do peso. Tudo isso vai ajudar na preparação do corpo para o parto.

Quer conferir mais sobre treino? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!